Europa

Tribunal rejeita indenização ao Galatasaray por Ribéry

Nesta quarta-feira, o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) rejeitou o pedido feito pelo Galatasaray com relação à transferência de Franck Ribéry para o Olympique de Marselha. O clube turco exigia o pagamento de uma indenização de chr(128) 10 milhões pela saída do meia, que assinou com a equipe francesa em 2005.

“O jogador rescindiu seu contrato de trabalho com o Galatasaray por motivos justos, e nenhuma das duas partes envolvidas têm direito a compensações referentes a esta quebra de vínculo”, afirmou o TAS por meio de uma nota oficial.

A Fifa também havia chegado à mesma conclusão algum tempo antes. O Galatsaray não pagou os salários de Ribéry por mais de quatro meses. O jogador havia assinado um contrato de três anos e meio com a equipe turca em janeiro de 2005. Contudo, devido aos atrasos no pagamento, ele decidiu se desligar do clube e se transferir para o OM em junho, com o qual acertou vínculo por três anos.

Mostrar mais

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo