Europa

Malmö é campeão e AIK foge do descenso

A temporada 2010 da Allsvenskan terminou, literalmente, no último dia de disputa. Malmö e Helsingborg passaram o torneio inteiro brigando pela liderança, e no ano de seu centenário, os Himmelsblått chegaram à última rodada empatados com os rivais, ambos com 64 pontos.

Na rodada final, o Helsingborg não saiu de um empate sem gols com o Kalmar, nono colocado, enquanto o Malmö fez melhor sua parte, vencendo o Mjällby por 2 a 0. Jiloan Hamad, aos 17 minutos do primeiro tempo, e Agon Mehmeti, aos 45, decretaram a vitória e o título dos azuis.

O grande nome dos campeões foi o jovem meia Ivo Pekalski. Sueco de origem polonesa, o jogador de 20 anos foi o líder da equipe, ao lado do brasileiro Wilton Figueiredo, e ganhou o título de revelação do ano do campeonato sueco.

Enquanto isso, na parte de baixo da tabela, o AIK conseguiu, com três vitórias e um empate em seus últimos quatro jogos, escapar do rebaixamento e terminar em 11º lugar. Antes da partida contra o Gefle, os aurinegros vinham de três derrotas seguidas e estavam seriamente ameaçados. Mas o 2 a 0 no Gefle, seguidos por um 2 a 1 no Halmstad e o 2 a 0 no Elfsborg fizeram o campeão de 2010 respirar. Na rodada final, empate em 1 a 1 contra o Atvidaberg, que precisava vencer para evitar o rebaixamento.

O Malmö, como campeão, estará na próxima Liga dos Campeões. O Helsingborg, o Örebro e o Elfsborg estarão na Liga Europa. Atvidaberg e Brommapojkarna. O Gefle disputou playoffs de acesso e descenso contra o GIF Sundsvall, da segunda divisão, e conseguiu se manter na elite.

O Syrianska foi campeão da segunda divisão e pela primeira vez em sua história estará na elite. O outro clube promovido foi o Norrköping, que retorna à primeira divisão. Dos clubes mais tradicionais que estão na segundona, o Hammarby terminou em oitavo, e o Örgryte acabou em nono lugar.

O Helsingborg, uma semana após o fim do campeonato, conquistou a Copa da Suécia ao vencer o Malmö por 1 a 0.

Noruega: Rosenborg campeão invicto

Dezenove vitórias e onze empates. Esta foi a campanha invicta do Rosenborg para a conquista de seu 22º título norueguês, sendo que 17 deles foram conquistados a partir de 1990.

Os alvinegros de Trondheim nunca foram ameaçados na liderança, embora o Valerenga tenha feito uma ótima campanha, com 61 pontos e conquistando o vice-campeonato. Decepcionaram os recentes campeões Stabaek e Brann, que flertaram com a zona de rebaixamento, enquanto o Molde, vice-campeão no ano passado, terminou apenas em 11º lugar.

E do Molde vem a primeira surpresa pós-campeonato: o clube apontou Ole Gunnar Solskjaer como novo treinador. O ex-atacante, revelado pelo clube e que passou a maior parte da carreira no Manchester United, está de volta agora como técnico, para fazer a equipe brigar pelo título em 2011.

O Rosenborg, como campeão, estará na próxima Liga dos Campeões. Valerenga, segundo colocado, e Tromso, terceiro, estarão na Liga Europa junto com o Stromsgodset, campeão da Copa da Noruega.

Sandefjord e Kongsvinger foram rebaixados diretamente para a segunda divisão, enquanto o Honefoss está disputando um quadrangular com Ranheim, Fredrikstad e Lov-Ham para definir uma vaga na elite em 2011. O Sogndal e o Sarpsborg foram promovidos diretamente.

Dinamarca: FCK lidera com muita folga

O FC Copenhague está numa grande temporada. Além de dar trabalho para o Barcelona na Liga dos Campeões, o FCK lidera com muita folga a temporada 2010-2011 do campeonato dinamarquês. Com 42 pontos, o clube da capital tem 16 pontos de vantagem sobre o Midtjylland e o OB, empatados na segunda colocação.

A decepção do torneio segue sendo o Aalborg, que não consegue afastar a má fase e está em penúltimo lugar, com 15 pontos.

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo