Europa

Leste na Liga dos Campeões

Na próxima terça, 14 de setembro, começa a fase de grupos da Liga dos Campeões da UEFA, torneio mais importante do continente. Três clubes do leste europeu sobreviveram às fases preliminares e chegaram lá, e buscam, como franco-atiradores, serem as surpresas da temporada.

No grupo E está o CFR Cluj, atual campeão romeno. Com as mudanças nos critérios de classificação para o torneio, o Cluj já tinha uma vaga direta na fase de grupos, enquanto o Unirea Urziceni, vice-campeão, teve que disputar as fases preliminares, mas acabou eliminado na terceira fase pelos russos do Zenit São Petersburgo.

Os destaques do Cluj, que encaram um grupo com Bayern Munique, Roma e os suíços do Basel, têm um elenco multinacional, comandado pelo treinador italiano Andrea Mandorlini, que assumiu o clube em novembro de 2009. Mandorlini comandará jogadores como o argentino Sixto Peralta, os portugueses Nuno Claro, Tomás Costa e Cadu, além dos brasileiros Hugo Alcântara, Edmar e Anselmo Ramón. Dentre os romenos, o principal destaque é o meia Emil Dicá, ao lado do zagueiro Cristian Panin. Resta saber como o italiano administrará as eventuais crises no clube. Na temporada passada, Mandorlini esteve ameaçado de demissão em várias ocasiões, mas acabou conquistando a liga e a copa da Romênia, o que salvou seu cargo.

No grupo F, os eslovacos do Zilina participam pela primeira vez da fase de grupos, na chave com Chelsea, Olympique Marseille e Spartak Moscou. Ter chegado neste estágio, ainda mais depois de ter eliminado o Sparta Praga, já deixou a torcida feliz da vida. O que vier daqui para frente é (muito) lucro.

Nas fases preliminares, os eslovacos passaram primeiro pelo Birkirkara, de Malta; na terceira preliminar, derrotaram os búlgaros do Litex Lovech; e nos playoffs, eliminaram o Sparta Praga com duas vitórias (1 a 0 e 2 a 0).

E no grupo H está o Partizan, acompanhado por Arsenal, Shakhtar Donetsk e pelos portugueses do Braga. Para fazer uma campanha digna no torneio, o clube contratou o goleiro da seleção sérvia, Vladimir Stoijkovic, que veio emprestado do Sporting português, além do meia Milan Smiljanic, que veio do Espanyol. Além deles, o clube conta com os veteranos Mladen Krstajic e Sasa Ilic, além do atacante brasileiro Cléo, que vive grande fase. Cléo, como adiantou a Trivela, deve se naturalizar sérvio e tem boas chances de defender a seleção local.

Dos três, considero com mais chances de conseguir o milagre da classificação às oitavas de final o Partizan. Jogar em Belgrado é sempre complicado, e o Braga, em especial, pode sentir a pressão.

Enquanto isso, na Liga Europa, temos como representantes da região os poloneses do Lech Poznan, no grupo A (ao lado de Juventus, Manchester City e Red Bull Salzburg); os búlgatos do Levski Sofia no grupo C (ao lado de Sporting, Lille e Gent); os croatas do Dinamo Zagreb no grupo D (ao lado de Villarreal, Club Brugge e PAOK). o Sparta Praga no grupo F (ao lado de CSKA Moscou, Palermo e Lausanne-Sport); os croatas do Hajduk Split no grupo G (ao lado de Zenit São Petersburgo, Anderlecht e AEK); os húngaros do Debrecen no grupo I (ao lado de PSV, Sampdoria e Metalist Kharkiv); os romenos do Steaua Bucareste no grupo K (ao lado de Liverpool, Napoli e Utrecht); e os búlgaros do CSKA Sofia no grupo L (ao lado de Porto, Besiktas e Rapid Viena).

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo