Champions LeagueEuropa

Lembra do time islandês das comemorações criativas? Ele foi campeão, e em um épico gigante

Durante algum tempo, o Stjarnan colocou o futebol islandês nas manchetes de todo o mundo. Mas não exatamente por seus feitos esportivos. O clube da primeira divisão ficou famoso de verdade por suas irreverentes comemorações de gol. As coreografias, que iam da pescaria à encenação de Rambo, viraram hit na internet. E, neste sábado, elas deixaram de ser o maior orgulho dos alviazuis. Pela primeira vez em sua história, o Stajrnan conquistou o Campeonato Islandês, e de um jeito épico.

Nas últimas temporadas, o clube da cidade de Gardabaer, de apenas 13 mil habitantes, já tinha melhorado os resultados. Foi duas vezes vice-campeão da Copa da Islândia e chegou em terceiro no Islandesão de 2013, que lhe valeu a inédita vaga na Liga Europa – parando apenas para a Internazionale na última fase preliminar. Já na campanha deste ano, o Stjarnan chegou à rodada final com chances de título. Para tanto, precisaria vencer na última rodada o líder FH, que tinha a vantagem do empate e jogava diante de sua torcida. Para aumentar o drama, ambos estavam invictos.

Olafur Finsen abriu o placar para o Stjarnan no final do primeiro tempo, mas o título pareceu distante na volta do intervalo. Dono de seis taças nos últimos 11 anos, o FH empatou o jogo e ficou com um homem a mais, depois da expulsão de um jogador adversário. Porém, quando o troféu já estava decorado com as cores do time da casa, o Stjarnan foi buscar o milagre. Os visitantes ganharam um pênalti aos 48 do segundo tempo e Finsen converteu a cobrança, arrancando a vitória por 2 a 1. O clube encerrou a campanha com 52 pontos, apenas um a mais que o FH.

A comemoração do gol histórico não foi coreografada, mas bem mais explosiva, com os jogadores pulando junto da torcida. Algo totalmente compreensível, diante das emoções do momento espetacular. As brincadeiras podem ficar para o próximo ano, quando o Stjarnan estará pela primeira vez na Liga dos Campeões.

Nos vídeos abaixo, o momento do gol e as comemorações mais clássicas dos islandeses:

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo