Europa

E se o seu time se fundisse com o maior rival? Na Escócia, isso quase aconteceu

Por @brunocassali*

Quarta maior cidade da Escócia em número de habitantes (atrás de Glasgow, Edinburgh e Aberdeen), Dundee tem uma rivalidade futebolística bastante acirrada e atípica. Dundee FC e Dundee United dividem a atenção dos quase 150 mil habitantes desde 1909, quando o United foi fundado. Além disso, Tannadice e Dens Park, os estádios dos clubes, ficam na mesma rua da cidade: a Tannadice Street, separados por 200 metros de distância – geralmente percorrida a pé pelo adversário nos Dundee Derby’s.

LEIA TAMBÉM: O que o futebol tem a ver com o referendo de independência da Escócia

Mas em 1999, a única rivalidade municipal presente na SPFL 2015/16 correu sério risco de desaparecer. Nesta semana, o ex-Presidente da Scottish Premier League Roger Mitchell afirmou que um acordo de união entre as agremiações esteve muito próximo de ser selado. “Eles registraram o nome conosco, conforme previsto em contrato. A união esteve feita por três dias”, afirmou Mitchell em sua conta no Twitter essa semana. “Estava tudo acertado e alinhavado na sexta-feira e foi desfeito o acordo na segunda”, completou.

A união entre os dois clubes precisaria ser aprovada pela Federação local, mas a grave crise financeira em que os “Dark Blues” se encontravam era o trunfo para garantir o apoio dos mandatários da Liga. A transformação de Dundee FC e Dundee United em um único clube foi pauta por muito tempo na cidade, visando conseguir unir recursos para formar uma equipe que pudesse competir com Rangers e Celtic pelos campeonatos locais.

Mesmo em crise, o Dundee FC manteve-se na primeira divisão terminando o campeonato de 1999-2000 à frente do rival United. Entretanto, ambos passaram longe de disputar o título: o Dundee FC fechou a temporada em sétimo, dois pontos à frente do oitavo colocado Dundee United.

Para comparar esportivamente o que poderia ter sido essa união, é como se Ponte Preta e Guarani ou Juventude e Caxias resolvessem formar uma única equipe em Campinas ou Caxias do Sul, respectivamente. Em números de população, seria algo como Gama e Brasiliense, times da quarta mais populosa cidade brasileira, resolvessem unificar suas atividades no Distrito Federal. Em Dundee, a ideia quase virou realidade. Mas, e se acontecesse com seu time?

* Bruno Cassali (@brunocassali) é Jornalista desde 2008, trabalhou na imprensa esportiva gaúcha até 2014 e vive em Edinburgh, capital da Escócia, desde Janeiro de 2015.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo