Europa

Dembélé estraçalhou o Rangers no retorno da Old Firm ao Campeonato Escocês

Há males que vêm para o bem: Brendan Rodgers perdeu seu principal atacante para o clássico contra o Rangers, o primeiro pela liga escocesa em quatro anos. Leigh Griffiths, autor de sete gols em nove partidas nesta temporada, está machucado e também perderá o duelo contra o Barcelona, pela Champions League. Mas não dá para criticar a produção do seu substituto. Moussa Dembélé, 20 anos, estraçalhou o maior rival do Celtic, com três gols e uma assistência, na goleada por 5 a 1.

LEIA MAIS: Celtic x Rangers: A história dos dois gols mais antológicos eternizados na Old Firm

Dembélé, ex-jogador do Fulham, tem talento e fez uma partida brilhante. Foi a primeira vez em 50 anos que um jogador anotou três gols na Old Firm pelo Campeonato Escocês, desde Stevie Chalmers, lenda do Celtic, autor do gol do título europeu contra a Internazionale, em 1967. Mas não dá para ignorar a atuação defensiva horrível do Rangers no Celtic Park. Quem simboliza isso com perfeição é Senderos, aquele, que foi driblado com muita facilidade no segundo gol do Celtic e foi expulso, aos 30 minutos do segundo tempo, abrindo caminho para a goleada dos anfitriões.

O Celtic nem precisou suar muito para abrir 2 a 0 no primeiro tempo. Mal marcado, Dembélé cabeceou uma cobrança de escanteio à queima-roupa. Em seguida, Rob Kiernan errou um passe fácil na saída de bola e entregou para Tom Rogic, que lançou o jovem francês contra Senderos. Deu dó. Com um corte seco, Dembélé fez o suíço passar batido e finalizou com a parte de fora do pé. Um baita golaço.

 

Dembélé ainda deu assistência para o terceiro gol do Celtic, marcado por Scott Sinclair, depois de Joe Garner descontar, no final do primeiro tempo. Mas Senderos voltou a aprontar, com um bobo toque de mão na bola que lhe valeu o segundo cartão amarelo. Aberto, desesperado e com um homem a menos, o Rangers foi presa fácil para os donos da casa, que completaram a goleada por 5 a 1, com o terceiro gol de Dembélé, o homem do jogo, e outro de Stuart Armstrong, já nos instantes finais do clássico.

É muito bom ter o Old Firm de volta à primeira divisão do Campeonato Escocês.

Mostrar mais

Bruno Bonsanti

Como todo aluno da Cásper Líbero que se preze, passou por Rádio Gazeta, Gazeta Esportiva e Portal Terra antes de aterrissar no site que sempre gostou de ler (acredite, ele está falando da Trivela). Acredita que o futebol tem uma capacidade única de causar alegria e tristeza nas mesmas proporções, o que sempre sentiu na pele com os times para os quais torce.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo