Champions League

Torcida do PSV se junta para enviar flores a Luke Shaw após lesão

Um dos lances mais marcantes da primeira rodada da Champions League não foi um grande drible ou um golaço, mas sim uma cena que todos prefeririam não ter visto. Luke Shaw foi acertado por Hector Moreno com um carrinho pouco sensato, sofreu uma fratura dupla e precisou de cerca de dez minutos de atendimento no gramado antes de deixar o Philips Stadion rumo ao hospital. A reação que se seguiu ao lance, com a torcida do PSV Eindhoven aplaudindo o lateral do Manchester United em uma demonstração de solidariedade, não foi o único grande gesto dos torcedores holandeses, que, nesta quinta-feira, juntaram-se para enviar flores ao inglês.

VEJA TAMBÉM: Lesão de Shaw mudou o jogo, mas PSV mereceu vitória sobre o Manchester United

Luke Shaw ainda está no hospital Eindhoven’s St Anna, na Holanda, onde se recupera após ter passado por cirurgia na noite de terça-feira. Segundo a Sky Sports, o jogador permanecerá na cidade holandesa durante os primeiros estágios do processo de recuperação do procedimento, e, por isso, o belo gesto por parte dos torcedores do PSV foi possível. Em entrevista à Football Fan Zone, Thijs Slegers, assessor de imprensa do clube holandês, foi breve e categórico ao comentar a ação do grupo PSV Dagblad: “É assim que se lida com um oponente no futebol profissional”.

O lateral do Manchester United recebeu o apoio de muitas personalidades do futebol após lesão. Dentre elas, companheiros de Manchester United, rivais de clubes como Arsenal e Liverpool, e até seu algoz no lance, Hector Moreno, que passou por problema parecido na última Copa do Mundo e desejou uma rápida recuperação ao colega de profissão. Segundo o jornal Daily Star, o próprio PSV contatou o jogador, lamentando a situação. É claro que nada disso encurtará os prováveis seis meses que Shaw levará para se recuperar do problema, mas o espírito esportivo e empático dos torcedores do time de Eindhoven merece destaque.

Confira os aplausos dos torcedores do PSV enquanto Shaw deixava o gramado:

Mostrar mais

Leo Escudeiro

Apaixonado pela estética em torno do futebol tanto quanto pelo esporte em si. Formado em jornalismo pela Cásper Líbero, com pós-graduação em futebol pela Universidade Trivela (alerta de piada, não temos curso). Respeita o passado do esporte, mas quer é saber do futuro (“interesse eterno pelo futebol moderno!”).

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo