Europa

Cadeira no estádio do Aberdeen ficará para sempre vazia em tributo a torcedor que faleceu

Norman Goldie era conhecido por todos os torcedores do Aberdeen. Quem fosse ao estádio ver o time, seja dentro ou fora de casa, se encontrava com o fanático. O senhor de 87 anos tornou-se célebre nos anos 1980, período áureo dos alvirrubros, em que o esquadrão treinado por Sir Alex Ferguson conquistou três vezes o Campeonato Escocês e uma edição da Recopa Europeia. O idoso sempre se vestia com as cores do clube, mesmo em dias sem jogos, enquanto vestia sandálias com um pé de meia branco e outro vermelho. Não à toa, em 2012 o torcedor-símbolo recebeu um prêmio do clube em forma de reconhecimento. Já na última semana, contudo, Goldie faleceu devido às complicações de um AVC. Será eternizado no Estádio Pittodrie, casa dos Dons.

Nos últimos dias, os arredores do estádio receberam diversos objetos em tributo a Goldie – flores, cachecóis, bandeiras e até mesmo camisas com seu nome. E, nesta quarta, o Aberdeen anunciou uma grande atitude. Nas últimas duas partidas da equipe em casa na temporada, o torcedor será homenageado. Além disso, o lugar onde o velhinho geralmente se sentava nas arquibancadas passará a ficar vago.

Enquanto seguir jogando em Pittodrie, o Aberdeen não venderá ingressos para o assento. E a cadeira, com uma placa em memória de Goldie, foi pintada especialmente em branco e vermelho, para relembrar as emblemáticas meias do fanático. Um gesto simples, mas de significado enorme.

aberdeen

Lifelong Dons fan Norman Goldie waits for the supporters bus to take him to Kilmarnock to watch another game. Picture Colin Rennie. March 27, 2004.

Mostrar mais

Leandro Stein

É completamente viciado em futebol, e não só no que acontece no limite das quatro linhas. Sua paixão é justamente sobre como um mero jogo tem tanta capacidade de transformar a sociedade. Formado pela USP, também foi editor do Olheiros e redator da revista Invicto, além de colaborar com diversas revistas. Escreve na Trivela desde abril de 2010 e faz parte da redação fixa desde setembro de 2011.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo