A Eurocopa feminina começou neste domingo, com a Holanda, dona da casa, vencendo a Noruega e a Dinamarca vencendo a Bélgica. A disputa continua nesta segunda-feira e a competição é vista com empolgação no Reino Unido. Para a Ministra do Esporte, Tracey Crouch – que tem licença de treinadora de futebol, aliás -, a competição pode ser um importante impulso para o futebol feminino. Escócia e Inglaterra estão na Holanda para a disputa. As duas seleções entram em campo na quarta-feira, se enfrentando em Utrecht.

LEIA TAMBÉM: O que esperar da Eurocopa Feminina e por que assisti-la

“Isso pode levar a oportunidades comerciais melhores, melhores patrocínios, o que cria mais oportunidades de transmissão”, afirmou à BBC. “Quando as pessoas sintonizam, possivelmente pela primeira vez, e veem a Inglaterra e a Escócia jogarem, verão um talento real no campo e isso pode mudar a sua percepção do esporte”, continuou.

A técnica da Escócia, Anna Signeul, espera por isso também. Classificada à sua primeira grande competição, a técnica espera que a participação do país reflita em popularização do esporte. “No momento, nós temos 11 mil jogadoras, mas espero que cresça e quando chegar a talvez 20 mil, nós teremos o dobro de talento para escolher”, afirmou à BBC.

Já a Inglaterra mira alto. Mais do que a participação, as ingleses, terceiras colocadas na Copa do Mundo de 2015, querem o título. “Nossa ambição será ir à Holanda e tentar conquistar o título”, afirmou Mark Sampson, técnico da seleção inglesa feminina.

“Eu tive sorte de estar no Canadá e ir até lá e conseguir a medalha de bronze foi incrível e eu acho que agiu como uma inspiração”, disse Tracey Crouch. “Vamos esperar que elas vão até o final e não sejam eliminadas pela Alemanha nos pênaltis”, brincou a ministra.

Ela falou da Inglaterra, por ser inglesa, mas disse que também torce para que a Escócia se dê bem. “Apesar de ser totalmente inglesa, eu obviamente desejo a melhor sorte à Escócia”, afirmou a política. Ela também não quis fazer previsões sobre o jogo inaugural para as duas equipes, que se enfrentam. “Não gosto de fazer previsões porque elas normalmente estão erradas”, disse.

A Eurocopa feminina é transmitida no Brasil pelo SporTV. Nesta segunda-feira, o canal transmite o duelo entre Alemanha x Suécia, às 15h40, no SporTV 2. Veja mais na Programação de TV.

Eurocopa Feminina: Alemanha x Suécia
Segunda-feira, 15h40 – SporTV 2


Os comentários estão desativados.