Bob Bradley será anunciado nesta sexta-feira como o treinador interino dos Estados Unidos. Segundo a emissora de tevê ESPN, o atual técnico do Chivas USA assumirá o comando da seleção até que a federação encontre um nome definitivo para ocupar o cargo.

Um dia antes, Jürgen Klinsmann anunciou que não assumiria o cargo. Um dos nomes mais cotados para assumir a função, o treinador se reuniu com Sunil Gulati, presidente da federação norte-americana, para tomar a decisão. “Nós nos encontramos e concluímos as discussões sobre esse assunto. Não entrarei em detalhes sobre nossa conversa, mas desejo ao novo treinador muito sucesso, e gostaria da agradecer a Gulati pela oportunidade de trocar idéias”, disse o alemão em entrevista à ESPN.

Bradley tornou-se o técnico com o maior número de vitórias na Major League Soccer (MLS). Eleito duas vezes como o treinador do ano, ele conduziu o Chicago Fire ao título da Copa da MLS em 1998.

A seleção norte-americana está sem treinador desde julho, quando Bruce Arena deixou o cargo após a participação da equipe na última Copa. Ele ficou à frente da equipe durante oito anos. Os EUA foram eliminados logo na primeira fase do torneio. O primeiro jogo dos Estados Unidos com um novo treinador será em 20 de janeiro, em um amistoso contra a Dinamarca, em Carson, na Califórnia.