Estrear no Boxing Day é sempre um desafio para os técnicos, porque é um período do ano que a Inglaterra é similar, se não pior, que o Brasil em termos de calendário. Mikel Arteta começa a sua trajetória como técnico neste dia pelo Arsenal, fora de casa, contra o Bournemouth. E a estreia manteve muito do que os Gunners têm feito nesta temporada: desempenho irregular, fragilidade defensiva, gol de Pierre-Emerick Aubameyang e empate.

A estreia de Mikel Arteta como técnico foi complicada. A sua primeira escalação foi no 4-2-3-1, com Mesut Özil como titular. Alexandre Lacazette também voltou ao time, atuando como centroavante, com Pierre-Emerick Aubameyang deslocado para a ponta esquerda. O atacante Nicolás Pepe também começou no banco. Do outro lado, Eddie Howie escalou o Bournemouth em um 4-5-1, fechando os espaços pelos lados do campo.

O time trocou muito passes e tentou trabalhar mais a bola, algo que era esperado, já que Arteta era auxiliar de Pep Guardiola no Manchester City. O time terminou o primeiro tempo com 61% de posse de bola, com nove chutes, mas nenhum certo. O Bournemouth, por sua vez, aproveitou bem. Aos 35 minutos, Dan Dosling aproveitou erro na saída de bola de Bukayo Saka, tocou para Jack Stacey, que cruzou rasteiro para o próprio Gosling completar para o gol: 1 a 0.

O lado direito do Arsenal tinha muitos problemas. Ainsley Maitland-Niles, na lateral, e Reiss Nelson, na ponta, tinham problemas. Não conseguiam nem bloquear os avanços adversários, nem atacar bem. Foi assim que acabou o primeiro tempo.

No segundo tempo, o Arsenal, como era esperado, tentou trabalhar a bola mais à frente no campo. Tentou pressionar e dava menos espaço para o Bournemouth. Por sua vez, o time da casa também não dava muita liberdade para os jogadores dos Gunners.

Aos 18 minutos, Aubameyang carregou pelo lado esquerdo, tocou para Lacazette, que rolou, veio o chute, o desvio e a bola sobrou para Aubameyang, na segunda trave, mandar para o gol: 1 a 1. São 23 jogos na temporada e 14 gols. O gol animou o time, que passou a tentar ainda mais. A chuva forte tornava o jogo mais dramático para quem via e mais desgastante para quem jogava.

Apesar das tentativas, o Arsenal não conseguiu chegar ao gol da virada. O time ficou mais no campo de ataque, mas não conseguia criar chances. O Bournemouth, por sua vez, não parecia ter qualidade e nem força para pressionar pela virada. Até criou uma chance quando chegou ao ataque.

O empate, no fim, acabou sendo o resultado mais justo diante do que os dois times produziram em campo. Ruim para os dois em termos de tabela, porém. O Arsenal segue com campanha medíocre, em 11º. O Bournemouth está perigosamente perto da zona do rebaixamento, a apenas dois pontos do Aston Villa.

A Arteta, ficaram  os primeiros sinais de um time que pareceu tentar fazer um outro tipo de jogo. Ainda foram só sinais e será difícil ver grandes alterações com tão pouco tempo para trabalhar.

Classificações Sofascore Resultados