O atacante Mauro Icardi foi a grande história do último dia da janela de transferências, com uma ida para o PSG, por empréstimo da Internazionale e valor de compra opcional fixado. Com a transferência, ele abriu mão do processo por danos morais que tinha aberto contra a Internazionale, no valor de € 1,5 milhão. Para Pierluigi Pardo, comentarista da TV italiana que era colega de Wanda Nara no programa Tiki Taka, a estratégia foi um fracasso total.

“Foi uma situação surreal que nós vivemos, assim como a estratégia de Wanda, assumindo que ela tinha uma, que provou ser um fracasso total”, disse Pardo em entrevista à Radio 24. “Ele é um grande jogador e é claro que ele conseguiria encontrar um time, mas ver alguém que marcou 124 gols pela Inter sair assim… Houve comemorações nas ruas dos torcedores da Inter”.

Para se transferir, Icardi renovou o seu contrato com a Inter, estendendo por um ano, até 2022, e retirou o processo contra o clube. “Eu serei muito honesto aqui: se o processo contra a Inter continuasse, a presença de Wanda no nosso programa seria incompatível e eu avisei à empresa isso também. Não seria compatível com os meus ideais profissionais”, declarou ainda o jornalista.

A quebra no relacionamento entre Icardi e Inter aconteceu quando Wanda fez comentários muito duros contra os jogadores do clube durante o programa Tiki Taka, recusando a ideia que Icardi queria um aumento. “Ele ficaria feliz em diminuir o salário se a Inter contratasse alguém que pudesse fazer um cruzamento decente para ele”, disse a empresária e esposa do jogador.

As declarações de Wanda e a recusa de Icardi em se desculpar com os companheiros rachou o vestiário da Inter, o que o levou, em última instância, a perder o posto de capitão do time. O técnico Luciano Spalletti o acusou de fingir uma lesão para não jogar em retaliação e, assim, houve uma quebra definitiva na relação de Icardi com os colegas de time e também com o clube. “Ele não iria jogar novamente pela Inter, todo mundo dizia isso”, afirmou Pardo. “Evidentemente, essa não foi uma briga com Spalletti”, continuou.

“Eu não acho que os comentários de Wanda sozinhos foram suficientes para criar o caos no vestiário, mas você não pode declarar amor a um clube e depois processá-lo. Ivan Perisic, por exemplo, saiu”, explicou Pardo. “Não podemos fingir que Spalletti e depois Antonio Conte eram masoquistas em não querer Icardi. Se ninguém o quisesse, talvez… Eu não queria diminuir a gravidade do que Wanda disse, nós todos percebemos na época que foi muito ruim. Mas se Icardi fosse um verdadeiro líder, ele iria para aquele vestiário, apertaria as mãos e pediria a eles para começar novamente, depois diria à sua esposa para ser mais cuidadosa e esclarecer seus comentários”.

“Esta situação é uma derrota completa. O mundo inteiro agora sabe que Icardi tentou processar seu clube. Talvez outros times teriam o contratado, mas eles não fizeram isso porque eles viram a complexidade da situação”, afirmou Pardo. “Nos últimos 10 meses, Wanda e Icardi se perderam. Eu até disse para Wanda: ‘Se no dia 2 de setembro ele não tiver encontrado um novo clube, você entrará para a história arruinando as coisas”.

“Eu também disse a ela muitas vezes que Napoli e Roma seriam ambientes ideias para ajudar duas pessoas cuja imagem se tornou catastrófica nos últimos meses. Ela salvou o que poderia ser salvo, mas não foi uma vitória ir para o PSG ser a quarta opção de ataque. Se isso é uma vitória para Wanda, então eu sou magro”, disse o apresentador.

Segundo Pierluigi Pardo, em comentários feitos nesta quinta-feira, Wanda deve continuar no programa TIki Taka. “Como eu expressei para a administração, eu posso confirmar que se a disputa jurídica entre Inter e Icardi continuasse, eu não me sentiria capaz de apresentar o programa com Wanda, parte do elenco permanente, por razões lógicas de equidistância entre as partes envolvidas”, disse Pardo.

“Agora que o caso foi abandonado e Icardi renovou, da minha parte há disposição máxima de continuar com Wanda e o resto do elenco de Tiki Taka. Vejo vocês todos no dia 15 de setembro”, afirmou ainda o apresentador.

Não deixa de ser curioso que haja um programa na Itália que tenha como um dos participantes a empresária e esposa de um jogador que se envolveu em tantos problemas nos últimos meses, todos, ou quase todos, fora de campo. Também será curioso saber como Wanda Nara continuará agindo no programa diante dessa nova situação, que certamente gerará interesse das pessoas e é explorado na televisão italiana.
 

Confira abaixo o vídeo mais recente de nosso canal no YouTube – aproveita e se inscreva no canal!