A Fifa divulgou nesta quinta-feira, 26, a lista dos 55 jogadores que concorrem ao time do ano. A indicação é da FIFPro, a associação mundial dos jogadores profissionais, e o voto é dado pelos próprios jogadores. São 25 mil jogadores que votam, de 70 países diferentes. Cada um vota em um goleiro, quatro defensores, três meio-campistas e três atacantes. Assim como o vencedor da Bola de Ouro, o time do ano será divulgado no dia 11 de janeiro, em cerimônia em Zurique.

LEIA TAMBÉM: Atletas pressionam Fifa para incluir mais mulheres no Comitê Executivo

No dia, também é revelada a melhor jogadora do mundo, o técnico do ano no futebol masculino e feminino e o prêmio Puskas de gol mais bonito. A Fifa promete revelar os finalistas no dia 30 de novembro. Nos últimos anos, Cristiano Ronaldo e Messi dominaram a votação. Será que novamente estarão na final? E quem fará companhia a eles? Já discutimos aqui na Trivela que Luis Suárez, que tem jogado muito, e Neymar, que tem encantado, podem pintar na lista final da Bola de Ouro.

Kevin de Bruyne, que está no Manchester City e fez uma grande temporada pelo Wolfsburg, ficou fora da lista, o que parece estranho. Algumas inclusões também, como a de Ivanovic, em péssima fase – embora a temporada passada, com título inglês pelo Chelsea, não tenha sido ruim – e outros nomes que entraram por osmose, como Xabi Alonso, que não jogou tão bem assim. Rooney, outro que não fez muito no ano, está na lista. David Luiz, que fez um ano fraco, também aparece na lista.

Veja a lista:

Goleiros (5): Gianluigi Buffon (Itália/Juventus), Iker Casillas (Espanha/Porto), David De Gea (Espanha/Manchester United), Keylor Navas (Costa Rica/Real Madrid) e Manuel Neuer (Alemanha/FC Bayern de Munique).

Defensores (20): David Alaba (Áustria/Bayern de Munique), Jordi Alba (Espanha/Barcelona), Jérôme Boateng (Alemanha/Bayern de Munique), Daniel Carvajal (Espanha/Real Madrid), Giorgio Chiellini (Itália/Juventus), Dani Alves (Brasil/Barcelona), David Luiz (Brasil/Paris Saint-Germain), Diego Godín (Uruguai/Atlético de Madrid), Mats Hummels (Alemanha/Borussia Dortmund), Branislav Ivanović (Sérvia/Chelsea), Vincent Kompany (Bélgica/Manchester City), Philipp Lahm (Alemanha/Bayern de Munique), Marcelo (Brasil/Real Madrid), Javier Mascherano (Argentina/Barcelona), Pepe (Portugal/Real Madrid), Gerard Piqué (Espanha/Barcelona), Sergio Ramos (Espanha/Real Madrid), John Terry (Inglaterra/Chelsea), Thiago Silva (Brasil/Paris Saint-Germain) e Raphaël Varane (França/Real Madrid).

Meio-campistas (15): Thiago Alcântara (Espanha/Bayern de Munique), Xabi Alonso (Espanha/Bayern de Munique), Sergio Busquets (Espanha/Barcelona), Eden Hazard (Bélgica/Chelsea), Andrés Iniesta (Espanha/Barcelona), Toni Kroos (Alemanha/Real Madrid), Luka Modrić (Croácia/Real Madrid), Andrea Pirlo (Itália/New York City), Paul Pogba (França/Juventus), Ivan Rakitić (Croácia/Barcelona), James Rodríguez (Colômbia/Real Madrid), David Silva (Espanha/Manchester City), Yaya Touré (Costa do Marfim/Manchester City), Marco Verratti (Itália/Paris Saint-Germain) e Arturo Vidal (Chile/Bayern de Munique).

Atacantes (15): Sergio Agüero (Argentina/Manchester City), Gareth Bale (Gales/Real Madrid), Karim Benzema (França/Real Madrid), Douglas Costa (Brasil/Bayern Munich), Cristiano Ronaldo (Portugal/Real Madrid), Zlatan Ibrahimović (Suécia/Paris Saint-Germain), Robert Lewandowski (Polônia/Bayern de Munique), Lionel Messi (Argentina/Barcelona), Thomas Müller (Alemanha/Bayern de Munique), Neymar (Brasil/Barcelona), Arjen Robben (Holanda/Bayern de Munique), Wayne Rooney (Inglaterra/Manchester United), Alexis Sánchez (Chile/Arsenal),  Luis Suárez (Uruguai/Barcelona) e Carlos Tevez (Argentina/Boca Juniors).