Como em todos os anos, a Uefa acaba de divulgar uma relação de 50 indicados ao seu time do ano. A partir dela, o público pode escolher uma formação e enviar o seu voto com a escalação ideal dos melhores jogadores. A votação irá até o dia 9 de janeiro, e os resultados serão anunciados neste mesmo dia.

A lista com 50 indicados para 2019 contém cinco goleiros, 15 defensores, 15 meio-campistas e 15 atacantes. O clube com maior número de indicados foi, evidentemente, o campeão Liverpool, com dez jogadores. Entretanto, a segunda equipe com mais nomeados não foi o vice-campeão Tottenham (3), mas, sim, a surpresa Ajax, com oito atletas. O Manchester City, com sete jogadores, completa o pódio.

O país mais representado é a Espanha, com sete jogadores, seguida por Holanda, com seis, e por Argentina, Brasil e Inglaterra, cada um com quatro atletas. Por fim, a liga com mais representantes foi a Premier League, com 25 atletas, muito mais do que a segunda colocada La Liga, com nove. Eredivisie (8), Serie A e Bundesliga (4), Ligue 1 (2) e Primeira Liga (1) completam a relação.

Ao longo dos 19 anos da premiação, nenhum jogador foi indicado mais vezes do que Cristiano Ronaldo. Esta é a 16ª nomeação seguida ao português, que conquistou seu espaço no time do ano em 13 oportunidades, atualmente presente nas últimas 12 equipes do ano.

Confira abaixo a relação completa e clique aqui para registrar seus votos.

Goleiros

Marc-André Ter Stegen (Barcelona), Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City), Jan Oblak (Atlético de Madrid), André Onana (Ajax).

Defensores

Matthijs de Ligt, ex-Ajax (Foto: Getty Images)

Trent Alexander-Arnold (Liverpool), César Azpilicueta (Chelsea), Daley Blind (Ajax), Matthijs de Ligt (Ajax/Juventus), José María Giménez (Atlético de Madrid), Jordi Alba (Barcelona), Joshua Kimmich (Bayern de Munique), Kalidou Koulibaly (Napoli), Aymeric Laporte (Manchester City), Gerard Piqué (Barcelona), Sergio Ramos (Real Madrid), Andrew Robertson (Liverpool), Nicolás Tagliafico (Ajax), Virgil van Dijk (Liverpool), Jan Vertonghen (Tottenham).

Meio-campistas

Bernardo Silva (Manchester City), Bruno Fernandes (Sporting), David Silva (Manchester City), Kevin De Bruyne (Manchester City), Ángel Di María (PSG), Fabián Ruiz (Napoli), Fabinho (Liverpool), Frenkie de Jong (Ajax/Barcelona), Jordan Henderson (Liverpool), Jorginho (Chelsea), N’Golo Kanté (Chelsea), Thiago Alcântara (Bayern de Munique), Donny van de Beek (Ajax), Georginio Wijnaldum (Liverpool), Hakim Ziyech (Ajax).

Atacantes

Sergio Agüero (Manchester City), Pierre-Emerick Aubameyang (Arsenal), Roberto Firmino (Liverpool), Serge Gnabry (Bayern de Munique), Eden Hazard (Chelsea/Real Madrid), Harry Kane (Tottenham), Robert Lewandowski (Bayern de Munique), Sadio Mané (Liverpool), Kylian Mbappé (PSG), Lionel Messi (Barcelona), Cristiano Ronaldo (Juventus), Mohamed Salah (Liverpool), Heung-min Son (Tottenham), Raheem Sterling (Manchester City), Dusan Tadic (Ajax).