O Serra nem precisava de detalhes adicionais para comemorar o título capixaba que conquistou neste sábado. Afinal, a equipe não conquistava o campeonato estadual do Espírito Santo havia 10 anos. Conseguiu o troféu após uma decisão empolgante contra o Real Noroeste – mesmo perdendo a volta por 4 a 3, ganhou o título pelo 1 a 0 da ida. No entanto, um gol tornou ainda mais marcante a conquista do Tricolor Serrano: o de Thiaguinho, segundo dos três marcados.

A situação que o time da casa vivia até esse gol era difícil. Darlan até preconizara um bom começo (e uma decisão de ritmo acelerado), ao abrir o placar para o Serra logo no primeiro minuto de jogo. Porém, o Real Noroeste virou com rapidez, ainda na etapa inicial: aos 21, Warley igualou, e aos 25, Madison deixou os visitantes na frente. Estava tudo assim já quando o segundo tempo começou. E aí, aos 11 minutos da etapa complementar, Thiaguinho emulou aquele gol de Zidane – é, aquele mesmo, como se pode comprovar.

O final de jogo ainda deu mais motivos para corações falharem. Igor Santos recolocou o Real Noroeste na frente, e os cinco últimos minutos da decisão tiveram dois gols: aos 41, Rael empatou para o Serra, e Igor Santos realimentou por algum tempo as esperanças dos visitantes com o quarto gol, aos 43. Mas a equipe serrana segurou o placar, garantiu a conquista estadual – e terá no gol de Thiaguinho um belo motivo para se lembrar dela sempre.


Os comentários estão desativados.