Xavi e Andrea Pirlo deram uma aula de como tratar a bola ao longo da Eurocopa. Os maestros de Espanha e Itália aparecem entre os 20 melhores do torneio em todos os fundamentos de passe. Não à toa, conduziram suas seleções até a decisão continental e acabaram apontados para a seleção do torneio.

O camisa 8 da Fúria não foi regular, mas teve duas atuações muito acima da média. Contra a Irlanda, bateu o recorde histórico da Euro de passes tentados (136) e de passes corretos (127). De quebra, ultrapassou Zinedine Zidane como o jogador que mais deu passes na competição – 949, contra 843 do francês. E, na decisão, deu suas únicas duas assistências e se tornou o primeiro jogador a servir um companheiro em duas finais continentais.

Já Pirlo se destacou pela continuidade de seu trabalho com a Azzurra. As principais jogadas do time foram baseadas nos lançamentos do camisa 21. O volante foi o líder da competição em bolas longas (54), com aproveitamento de 75%. Além disso, o veterano criou 17 ocasiões de gol para seus companheiros, terminando o torneio com duas assistências.

No geral, algumas surpresas aparecem no topo das estatísticas. Embora seis espanhóis ocupem os dez primeiros postos em média de passes por jogo, a liderança é do russo Igor Denisov. Já Wesley Sneijder prova, com números, que não foi tão mal quanto outros companheiros de seleção holandesa, liderando as médias de passes para finalização, cruzamentos corretos e enfiadas de bola corretas.

Passes por jogo

1º – Igor Denisov – 101
2º – Xavi – 99,2
3º – Xabi Alonso – 97,5

Passes corretos

1º – Xavi – 554
2º – Xabi Alonso – 517
3º – Sergio Busquets – 420

Aproveitamento nos passes – mínimo 50 tentativas

1º – Ibrahim Affelay – 96,1%
2º – Nigel De Jong – 94,5%
3º – Rafael van der Vaart – 93,8%

Assistências

1º – Mesut Özil – 3
1º – David Silva – 3
1º – Andrey Arshavin – 3
1º – Steven Gerrard – 3

Passes para finalização por jogo

1º – Wesley Sneijder – 6,3
2º – Andrey Arshavin – 5
3º – Ludovic Obraniak – 4,7

Passes para finalização

1º – Xavi – 25
2º – Mesut Özil – 22
3º – Wesley Sneijder – 19

Passes para finalização que acabaram em gol – mínimo 3 tentativas

1º – Sebastian Larsson – 66%
2º – Bastian Schweinsteiger – 33%
3º – Steven Gerrard – 33%
3º – David Silva – 30%

Cruzamentos corretos por jogo

1º – Wesley Sneijder – 3,3
2º – Damien Duff – 3
2º – Jaroslav Plasil – 3
4º – Ludovic Obraniak – 2,7

Cruzamentos corretos

1º – Xavi – 13
2º – Andrea Pirlo – 12
2º – Jaroslav Plasil – 12
3º – Wesley Sneijder – 10
3º – Mesut Özil – 10

Aproveitamento em cruzamentos – mínimo 5 tentativas

1º – Jaroslav Plasil – 54%
2º – Glen Johnson – 50%
2º – Antonio Cassano – 50%
2º – Giorgos Karagounis – 50%
3º – Kim Kallstrom – 44%

Lançamentos corretos por jogo

1º – Andrea Pirlo – 9
2º – Daniele De Rossi – 8,5
3º – Xabi Alonso – 8

Lançamentos corretos

1º – Andrea Pirlo – 54
2º – Daniele De Rossi – 52
3º – Xabi Alonso – 48

Aproveitamento em lançamentos – mínimo 10 tentativas

1º – Xavi – 94%
2º – Andriy Yarmolenko – 92%
2º – Yevhen Khacheridi – 90%
3º – Anders Svensson – 90%

Enfiadas de bola corretas por jogo

1º – Wesley Sneijder – 2,3
2º – Andrey Arshavin – 1,3
3º – Cesc Fàbregas – 1,2

Aproveitamento em enfiadas de bola – mínimo 5 tentativas

1º – Mesut Özil – 57%
1º – Andrey Arshavin – 57%
2º – Cesc Fàbregas – 53%
2º – Wesley Sneijder – 53%
3º – Andrea Pirlo – 42%