A artilharia de Cristiano Ronaldo na Euro 2012 não veio de graça. Ao contrário das acusações comuns, o atacante português não se escondeu do jogo e chamou a responsabilidade para si, especialmente nas três últimas partidas. Deixou a competição nas semifinais com o recorde de finalizações (37) e também o maior número de bolas na trave (4). E CR7 deverá continuar escrevendo a história, apenas a três gols de igualar Michel Platini como o maior artilheiro do continental.

Ainda assim, a Chuteira de Ouro não ficou nas mãos de Ronaldo, mas sim nas de Fernando Torres. O atacante espanhol teve excelente média de gols enquanto esteve em campo. Os três tentos do espanhol foram marcados em 189 minutos que permaneceu em campo, guardando 27% de suas 11 finalizações.

Em questão de precisão, porém, ninguém supera Dimitris Salpingidis. Entre os jogadores com ao menos três chutes no torneio, o atacante grego teve o melhor aproveitamento, chegando às redes em 66% de seus arremates. Logo atrás, quem aparece é outro artilheiro: Mario Mandzukic, que guardou três de seus cinco chutes no torneio.

Já entre os que passaram em branco, Andrés Iniesta merece uma ressalva. O jogador mais incisivo da seleção espanhola arrematou 20 vezes e acertou a meta adversária em 11 delas – novo recorde das Eurocopas. Se a bola não entrou, a culpa também deve ser creditada aos goleiros. E o MVP da competição ainda parece no topo da lista entre os maiores dribladores.

Gols

1º – Fernando Torres – 3
1º – Mario Gómez – 3
1º – Mario Madzukic – 3
1º – Alan Dzagoev – 3
1º – Cristiano Ronaldo – 3
1º – Mario Balotelli – 3

Minutos por gol

1º – Juan Mata – 4
2º – Silvestre Varela – 17
3º – Fernando Torres – 63

Finalizações por jogo

1º – Cristiano Ronaldo – 7,4
2º – Robin van Persie – 5
3º – Karim Benzema – 4,8

Finalizações

1º – Cristiano Ronaldo – 37
2º – Mario Balotelli – 25
3º – Andrés Iniesta – 20

Aproveitamento nas finalizações – mínimo 3 tentativas

1º – Dimitris Salpingidis – 66%
2º – Mario Mandzukic – 60%
3º – Petr Jiracek – 40%
3º – Michael Krohn-Dehli – 40%

Dribles por jogo

1º – Franck Ribéry – 4
2º – Andrey Arshavin – 3,3
3º – Luka Modric – 3

Dribles

1º – Franck Ribéry – 16
2º – Fábio Coentrão – 13
3º – Andrés Iniesta – 12

Faltas sofridas

1º – Giorgos Karagounis – 5,3
2º – Robert Lewandowski – 5
3º – Yevhen Khacheridi – 3,7

Impedimentos por jogo

1º – Robbie Keane – 2,3
2º – Dimitris Salpingidis – 1,3
3º – Antonio Di Natale – 1,2

Perdas de bola por jogo

1º – Franck Ribéry – 6
2º – Alan Dzagoev – 3,7
3º – Karim Benzema – 3,5