Depois de superar ou igualar três marcas históricas da Eurocopa, é natural que Iker Casillas apareça no topo da maioria das estatísticas. O goleiro superou Dino Zoff como o arqueiro que permaneceu mais tempo sem sofrer gols (510 minutos), igualou Edwin van der Sar em total de jogos com a meta invicta (nove, acumulados também entre 2008 e 2004) e registrou a menor média de gols sofridos em uma única edição (apenas um em seis jogos).

Além disso, o capitão da Fúria apresentou um aproveitamento fantástico debaixo dos paus. Foram 16 chutes endereçados contra sua meta e 15 deles acabaram rebatidos – entre eles, alguns de extrema dificuldade, como a cabeçada de Jelavic ou o chute de Di Natale.

O único goleiro a se aproximar da porcentagem de Casillas é Joe Hart. O inglês foi o jogador da posição que mais trabalhou, defendendo 22 das 24 finalizações certas de adversários – o gol contra de Glen Johnson não entra nas estatísticas. Já Gianluigi Buffon também teve grande desempenho, mas viu seus números caírem consideravelmente após os quatro gols sofridos na decisão.

Defesas

1º – Joe Hart – 22
2º – Gianluigi Buffon – 21
3º – Shay Given – 17

Aproveitamento de defesas por chutes no gol

1º – Iker Casillas – 94%
2º – Joe Hart – 91%
3º – Stipe Pletikosa – 81%

Total de minutos a cada gol sofrido

1º – Iker Casillas – 570
3º – Joe Hart – 130
2º – Przemyslaw Tyton – 100,5

Jogos sem sofrer gols

1º – Iker Casillas – 5
2º – Rui Patrício – 2
2º – Joe Hart – 2
2º – Gianluigi Buffon – 2

Maior intervalo em minutos sem sofrer gols

1º – Iker Casillas – 510
2º – Gianluigi Buffon – 300
3º – Rui Patrício – 290

Lançamentos corretos por jogo

1º – Stipe Pletikosa – 9,7
2º – Joe Hart – 7,5
3º – Shay Given – 7,3

Aproveitamento em lançamentos

1º – Andreas Isaksson – 65%
2º – Hugo Lloris – 54%
3º – Stipe Pletikosa – 50%
3º – Marteen Stekelenburg – 50%