Estados Unidos

[Trailer] Spike Lee apresenta o Howard University Bison, time vencedor formado unicamente por negros

Redemption Song. Esse é o nome do filme que é parte de uma nova série de curtas-metragens chamada “Spike Lee Lil’ Joints”, dirigida, claro, pelo renomado Spike Lee. O cineasta traz a narrativa do Howard University Bison de 1971, o primeiro time de futebol formado unicamente por negros a ganhar um campeonato universitário nos Estados Unidos, a NCAA. Apesar do futebol não ser o esporte mais tradicional do país, Lee acredita que é uma história muito relevante para ser pouco conhecida. Sem dúvidas, ela é. O feito desses jogadores significou uma imensa conquista em tempos extremamente difíceis para os negros.

LEIA TAMBÉM: Estes são os 23 convocados do Brasil para a Copa América Centenário

O nome do curta faz alusão à música “Redemption Song”, do Bob Marley, que tem esse título por conta de uma frase dita pelo jamaicano Marcus Garvey, um dos maiores ativistas do movimento nacionalista negro. Além disso, representa o sentimento de redenção do Bison na partida válida pela final da NCAA (National Collegiate Athletic Association), torneio universitário de esportes, da qual eles saíram campeões. Isso porque enfrentaram o St. Louis University Billiken, equipe formada apenas por atletas brancos, que era favorita ao título.

O curta é mais um dos filmes que o departamento ESPN Films produz sobre esporte em um formato cinematográfico. Alguns dos filmes ficaram muito conhecidos também por aqui, exibidos pela ESPN Brasil, como “The book of Manning” e “Once Brothers”.  A série de curtas será lançada no ar no programa SportsCenter da ESPN norte-americana, em junho. Enquanto isso, confira o trailer do mais novo projeto de Spike Lee:

Redemption Song Trailer – ESPN Films from Corey Frost on Vimeo.

Mostrar mais

Nathalia Perez

Jornalista em formação trabalhando a favor de um meio esportivo mais humano. Meus heróis sempre foram jogadores de futebol, mas hoje em dia são muito mais heroínas.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo