Estados Unidos

Pela primeira vez

Agora só falta um jogo. Colorado Rapids e Dallas venceram San Jose Earthquakes e Los Angeles Galaxy, respectivamente, e farão a final da MLS Cup no próximo domingo, em Toronto. Como eles conquistaram a vaga na final, você confere abaixo.

Colorado Rapids 1-0 San Jose Earthquakes

Nas últimas colunas que falaram sobre os playoffs, os destaques do Rapids sempre eram Conor Casey e Omar Cummings, mas desta vez apareceu o trabalho de todo o time do Colorado e um pouco de sorte. O gol saiu de um cruzamento do lateral direito japonês Kosuke Kimura, que passou por Cummings, pelo goleiro Jon Busch e morreu no fundo do gol.

O gol bastou porque Matt Pickens não teve muito trabalho, já que o Rapids manteve o Earthquakes longe do gol. O goleiro experiente precisou fazer uma única defesa durante o jogo e viu Scott Sealy bater de longe para fora, quando o gol estava aberto.

O esforço do Rapids fez com que o time do Colorado chegasse a sua primeira final nos anos 2000, acabando com o fato de ser o único clube original da MLS que não havia chegado à final da MLS Cup nessa década.

Los Angeles Galaxy 0-3 FC Dallas

Como Landon Donovan disse após o jogo, o Galaxy realmente começou melhor, mas no futebol, um goleiro pode ser um empate. E Kevin Hartman fez isso. Segurou o ímpeto dos californianos e deu aos Hoops a chance de vencer. Outro ponto importante da vitória foi a surpresa que Schellas Hyndman provocou colocando Atiba Harris como único atacante. Harris, que normalmente atua na meia direita, infernizou os defensores do Galaxy e abriu espaço para que os meias do Dallas aparecessem na frente.

Após tudo isso, começou o show de David Ferreira. O colombiano recebeu na entrada da área, girou sobre Omar Gonzalez e finalizou bem para vencer Donovan Ricketts. Enquanto isso, Hartman salvava tudo lá atrás. No início do segundo tempo, o Galaxy não conseguiu limpar a bola depois de um escanteio e Brek Shea recebeu na esquerda, fez uma ótima jogada e cruzou para que o zagueiro George John completasse para o gol. No fim de jogo, David Ferreira deu um ótimo passe para que Marvin Chávez deslocasse Ricketts e garantisse a classificação do Dallas.
Mas a vitória não seria nem um pouco possível caso Kevin Hartman não estivesse no gol do FC Dallas neste jogo.

Pitaco para a final

O trabalho duro do Colorado pode não ser páreo a grande organização tática do Dallas e os talentos individuais. Kevin Hartman e David Ferreira devem ser a diferença da final, já que estão em grande forma e apareceram em todos os momentos em que o Dallas precisou deles nesses play-offs. Ao Colorado, resta confiar na dupla Omar Cummings e Conor Casey, o que não adianta muito se a bola não chegar aos dois. O FC Dallas vai com uma ligeira vantagem.

Futebol universitário chega ao torneio decisivo

Dos 198 times que começaram a temporada, 48 chegaram ao torneio decisivo da NCAA. Para quem conhece o torneio de basquete, funciona de uma forma parecida. A primeira fase conta com 32 times que se enfrentam por vagas na segunda rodada, enfrentando os 16 times melhores ranqueados durante a temporada regular.

Para a tabela completa do torneio, clique aqui.

Os 16 times melhores ranqueados são:
1. Lousiville
2. Maryland
3. Akron
4. North Carolina
5. SMU
6. California
7. South California
8. UCLA
9. Notre Dame
10. Michigan
11. Connecticut
12. William & Mary
13. Butler
14. Indiana
15. Penn State
16. Ohio State

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo