O Atlético Mineiro tem vivido um início de temporada irregular. As duas derrotas nos jogos até agora realizados pela Libertadores deixaram o time em estado de alerta, e a partida da quarta-feira contra o Independiente Santa Fe, lá na Colômbia, será essencial para a sobrevivência do Galo na competição. E se confiança é o que falta para o time se soltar e recuperar o futebol do ano passado, ela pode ter vindo neste domingo, após a goleada por 4 a 0 sobre o URT. Um jogo de belos gols, sobretudo o de Marcos Rocha.

VEJA TAMBÉM: Reunimos os golaços de Pogba em 2015 para festejar seus 22 anos

O Atlético já vencia por 1 a 0, com belo gol de Luan, quando o lateral direito arrancou para o ataque pelo centro do campo. Em velocidade, Marcos Rocha, que retornava neste domingo após um mês como desfalque, encontrou Carlos, que com um lindo toque de calcanhar devolveu para o companheiro. O lateral, nos planos do Porto para substituir Danilo, então apareceu na cara do goleiro e deu um toque de classe por cima do adversário para deixar o seu.

A URT pode não ser um adversário dos mais fortes, mas a fluidez com que surgiram os gols e o primeiro resultado largo na temporada, após dois jogos sem vencer dentro do próprio Campeonato Mineiro, são a melhor coisa que o torcedor poderia esperar às vésperas do jogo decisivo na Libertadores. Um motivo a mais para fazer aquilo a que se acostumaram nos últimos anos: acreditar.

Veja o golaço de Marcos Rocha a partir de 1m43s: