Desde 1993, Dirk Scheringa era presidente do AZ. Não só isso: por meio de seu banco, Frisia (que passou a se chamar DSB a partir de 2005), Scheringa era o mecenas do clube de Alkmaar, investindo quantias que pudessem fazê-lo forte na Holanda. O projeto teve a primeira fase bem concluída em 1997/98, com o time alvirrubro sendo campeão da segunda divisão e voltando à Eredivisie um ano após a queda. Em 2005, um novo ponto alto, com a chegada às semifinais da Copa da UEFA. Mas só na temporada 2008/09 é que o Alkmaar Zaanstreek viveu o último apogeu de seus 52 anos de história. Há exatamente dez anos, em 19 de abril de 2009, o AZ superou seus concorrentes. Superou até os três grandes da Holanda – Ajax, PSV e Feyenoord. Numa frase: há dez anos, o AZ era campeão holandês. É sobre esse título, hoje até impensável, que este texto falará.

Confira o texto completo no Espreme a Laranja, projeto do jornalista Felipe dos Santos Souza sobre futebol holandês.