O próprio presidente da Federação Italiana de Futebol, Gabriele Gravina, admite que pode estar sendo otimista demais. Ainda assim, diz preferir o lado esperançoso e, com algumas projeções rápidas, delineia quando a temporada doméstica poderia ser encerrada: em agosto de 2020.

Em entrevista à Radio Marte, Gravina visualizou um cenário em que a Serie A retornaria em julho e seria concluída até o fim de agosto. “Se tivermos os meses de julho e agosto, esse poderia ser o período certo”, projetou.

A Serie A tem 12 rodadas restantes, além de alguns jogos atrasados a realizar, e Gravina estima que seria possível concluir o campeonato entre 45 e 60 dias. Ainda assim, sabe que está sendo otimista, visto que não há no horizonte um fim para a pandemia de coronavírus ou para o confinamento em massa na Itália, país bastante afetado pelo vírus.

“Eu não desisto facilmente. Enquanto tiver uma chance, manterei viva a esperança de recomeçar os campeonatos. Estou ciente de que é prematuro pensar em uma data, mas precisamos pensar positivamente, também pela saúde dos italianos, e esperar que essa situação acabe o mais rápido possível.”

A Itália é o país com mais vítimas fatais da Covid-19, doença transmitida pelo novo coronavírus. As últimas atualizações, de 26 de março, dão conta de que 8.165 pessoas morreram desde o início da crise, com 62.013 casos oficiais.