O atacante Mario Balotelli foi mais uma vez defendido pelo técnico Roberto Mancini no Manchester City. O jogador foi muito criticado, inclusive pelo próprio técnico, pela postura em campo contra o Sunderland no último fim de semana. O treinador criticou uma suposta perseguição ao atacante por algumas pessoas.

“Há algumas pessoas que pensam coisas ruins sobre outras pessoas, como Mario [Balotelli”, disse o técnico. “Toda vez que Mario faz alguma coisa, é como uma guerra. Há outras pessoas dentro e fora de campo piores do que Mario e ninguém fala nada, porque talvez eles joguem em um time importante ou não são como Mario”, bradou o comandante dos citizens.

“Talvez não seja culpa de vocês [imprensa], é culpa dele porque se ele quiser, pode jogar e ficar em casa. Assim, ninguém pode questionar outra situação. Eu acho que muitas pessoas têm comportamento diferente com Mario”, explicou o treinador.

Especula-se que, internamente, Mancini já teria concordado em deixar Balotelli sair, caso chegue uma proposta, segundo o The Telegraph. A imprensa italiana especula a volta do jogador à Internazionale. O diretor do clube, Marco Branca, foi questionado sobre isso e respondeu: “Sobre Mario, há tempo para falar sobre isso em um ou dois meses”.