O Campeonato Espanhol prepara-se para retornar em junho, mas, como na Alemanha e provavelmente na maioria dos países que retomarem suas atividades, não terá torcida nas arquibancadas. Para amenizar o prejuízo de quem havia comprado carnês com ingressos de todos os jogos em casa de seu time, como o Getafe também havia feito, Espanyol e Leganés anunciaram que os renovarão, sem custos, para a temporada 2020/21.

“O Leganés, consciente da realidade social que nossa cidade vive, uma das mais afetadas de toda a Espanha, em números de mortos e contagiados, e em termos de recuperação sócio-econômica, quer, deste modo, ser sensível com todos seus atuais assinantes”, afirmou o clube que fica na zona metropolitana de Madri, cuja região registrou 67.871 dos 236.259 casos confirmados na Espanha e 8.977 das 27.117 mortes.

O Espanyol, além de recompensar seus assinantes com os ingressos da próxima temporada, ainda ofereceu uma compensação de 20% do valor do carnê desta época, que pode ser usado na loja do clube, em um futuro pacote de ingressos ou em até 12 entradas para terceiros.

E a parte mais sensível da proposta é que quem estiver desempregado pode reivindicar seus 20% em dinheiro vivo. “Estamos conscientes que estamos em um momento no qual muitas pessoas podem passar por situações econômicas complicadas”, escreveu o clube, em uma nota.

“Somos um clube forte, lutador e perseverante. Temos pela frente um fim de temporada que não será fácil, no qual teremos que estar mais unidos do que nunca para conseguirmos nosso objetivo”, acrescentou.

Ambos são os últimos colocados de La Liga. Com 11 partidas pela frente, o Espanyol é o lanterna, com 20 pontos. O Leganés, uma posição acima, tem 23. O primeiro clube acima da zona de rebaixamento é o Celta de Vigo, com 26.

.