EspanhaLa Liga

Umtiti já mostrou que quer se integrar ao Barcelona: está aprendendo a falar catalão

Na última sexta-feira, o zagueiro francês Samuel Umtiti foi apresentado como reforço do Barcelona. O jogador, de 22 anos, chega para um dos setores mais carentes da equipe há alguns anos. Mascherano e Piqué são os titulares e contavam com zagueiros no banco não tão confiáveis (sim, estamos falando de Mathieu e Vermaelen). Agora, ganha um jogador de seleção francesa, que fez uma ótima Eurocopa. E Umtiti deu ótimos sinais aos torcedores catalães: falou sobre o sonho de jogar no clube e que está aprendendo catalão. Isso mesmo.

LEIA TAMBÉM: Com Denis Suárez, Barcelona tenta aproximar os seus reservas dos titulares

“Eu sou agradecido por esta chance, eu espero me adaptar rapidamente”, disse ele, em entrevista. “Eu quero provar a mim mesmo e me tornar parte da família, então eu estou aprendendo catalão, mas eu não consigo falar muito”, contou ainda o jogador francês, que veio do Lyon.

Aprender catalão, em uma região que tanto valoriza a sua cultura local e a suas raízes, é uma forma de se integrar muito inteligente de Umtiti. O jogador ganha pontos com a torcida, pode se expressar com a imprensa e evitar algo que possa ser mal interpretado e ainda ganha em qualidade de vida – saber catalão em Barcelona é uma ótima vantagem.

Chegar ao Barcelona é um grande passo na carreira de Umtite. Por isso, ela contou que chegou a chorar quando tudo aconteceu. “Eu derramei uma pequena lágrima, mesmo que eu tenha tentado esconder as minhas emoções”, afirmou o zagueiro. “É um sonho meu estar aqui”.

“Venho para a equipe dos meus sonhos e venho aprender. Espero me adaptar rapidamente ao time, ao clube, ao grupo, farei o necessário para demonstrar que quero fazer parte deste família. Sou um grande trabalhador, e futebol é competência”, afirmou o jogador, que falou também sobre o seu estilo de jogo. “Eu gosto de ter a bola, desarmar limpo. Conheço perfeitamente o jogo desta equipe, porque eu tenho visto muito, muitas vezes, não tem segredos”, explicou.

O custo do zagueiro foi alto, com o pagamento de € 25 milhões. A cláusula de rescisão é de €60 milhões. Resta saber como o jogador se adaptará em um novo ambiente. Se prestar a aprender catalão é um ótimo começo. Demonstra, como ele disse desejar, que é importante para ele fazer parte da família. Na Catalunha, falar catalão é uma grande demonstração disso.

TRIVELA FC: Conheça o nosso programa de relacionamento, ganhe benefícios e marque um gol pelo jornalismo independente!

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo