Espanha

Ronaldinho: “Nunca fui de assistir futebol. Gosto de melhores momentos, mas 90 minutos não gosto”

Craque do Barcelona, Ronaldinho contou que assistir futebol não é muito a sua, mesmo tendo sido um grande nome do esporte

Um dos maiores jogadores da história do Barcelona, Ronaldinho deixou grandes lembranças aos torcedores. Aposentado desde 2015, embora ele só tenha admitido isso em 2018, ele deu entrevista ao canal de Ibai Llanos na Twitch. Falou sobre os tempos ainda em campo, mas também sobre o futuro. Também comentou algo que é curioso, embora não seja surpreendente: ele não gosta de assistir futebol. Mesmo sendo um craque com a bola nos pés, ver futebol não é muito a dele, que gosta só de melhores momentos e gols.

“Nunca fui de assistir muito futebol. Gosto de assistir os melhores momentos da rodada e os gols, mas os 90 minutos não gosto”, confessou o ex-jogador. Ronaldinho foi perguntado sobre qual é a sua melhor recordação como jogador. “É difícil dizer só um momento. Quando eu tenho a bola, sou feliz. Eu tive momentos lindos em todos os clubes que estive e não posso destacar um momento”, afirmou o jogador.

“Me dedico a jogar partida entre os aposentados (risos). Aproveitamos para estar todos juntos e ver os amigos. O futebol forma uma parte da minha vida e vai ser para sempre. Foi lindo o que passou. Agora eu aproveito muito mais”, afirmou Ronaldinho. “Não me imagino como treinador”.

Perguntado sobre o primeiro título de Lionel Messi pela Argentina, a Copa América 2021 no Brasil, o ex-companheiro do argentino disse ter sentimentos conflitantes. “Fiquei triste porque o Brasil perdeu, mas muito feliz por Leo. Era o que faltava com a seleção. Ver os amigos felizes me deixa feliz também”, comentou.

Sua melhor fase na carreira foi no Barcelona. Contratado em 2003, ele chegou ao Barcelona para mudar a história da sua carreira e mudar o clube como um todo. Fez a sua estreia em um jogo memorável, não só pela grande atuação, mas porque foi de madrugada, como contamos aqui. Viveu grandes momentos, inclusive ser aplaudido em pleno Bernabéu em 2005. “Tive sorte de chegar ao Barcelona em um momento em que não havia muitas mudanças. Fizemos história. Foi espetacular, foram anos muito bonitos”, disse o jogador.

Um dos assuntos mais comentados da Olimpíadas foi a questão da saúde mental dos atletas, algo que Simone Biles chamou a atenção. Ronaldinho esteve duas vezes em uma Olimpíada. Em 2000, estava em campo pela seleção brasileira que foi eliminada por Camarões nas quartas de final. Em 2008, foi até a semifinal com o Brasil, mas caiu diante da Argentina de Juan Román Riquelme, Lionel Messi e Sergio Agüero.

“Se já aconteceu com ela (Simone Biles), pode acontecer. A pressão é normal, ela tem a possibilidade de realizar um sonho e treina a vida toda para isso. Tenho vivido com muita tranquilidade”, comentou o ex-jogador.

Desde que se aposentou, Ronaldinho vive jogado amistosos pelo mundo. Ele está inclusive em Chicago, onde participa de compromissos comerciais. “Viajo por muitas partes do mundo, tenho essa sorte. Há muitos lugares que eu gostaria de conhecer, como Jamaica ou Cuba”, comentou ainda o ex-jogador.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo