Espanha

Na Espanha, jogadores de 77 países se tornam comunitários

Jogadores de 77 países da África, Caribe e do Pacífico foram reconhecidos como comunitários pela federação espanhola (RFEF) nesta sexta-feira. A entidade decidiu colocar em prática um acordo assinado em 2000 entre a União Européia e a associação dos estados dessas regiões.

“Isto quer dizer que, a partir deste momento, os jogadores destes países que jogam na Espanha serão considerados comunitários e também os que chegarem a partir de hoje”, afirmou Jorge Carretero, porta-voz da RFEF.

Em julho, Real Madrid e Getafe pediram à federação para que Diarra (Mali) e Uche (Nigéria) fossem reconhecidos como comunitários. As duas equipes se basearam em um artigo do Acordo de Cotonú.

Então, a RFEF consultou a Uefa e a Fifa sobre a aplicação da lei. As duas entidades afirmaram que, como o Acordo de Cotonú foi incluído no diário das Comunidades Européias em 2000 e referendado pelas cortes da Espanha em 2006, por isso deveria ser respeitado.

De acordo com Carretero, a federação logo emitirá uma circular com maiores detalhes sobre o tema, pois essa situação ‘transcende os regulamentos esportivos e entra na política de Estados.’

Mostrar mais

Equipe Trivela

A equipe da redação da Trivela, site especializado em futebol que desde 1998 traz informação e análise. Fale com a equipe ou mande sua sugestão de pauta: [email protected]

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo