La Liga

Koke reafirma sua lealdade ao Atleti renovando seu contrato por mais cinco temporadas

Filho da casa, Koke surgiu, cresceu e ficará no Atlético de Madrid por mais sete anos (contando desde agora). Nesta terça-feira, o clube madrilenho anunciou que o meia assinou um contrato de extensão de seu vínculo com os colchoneros até a metade de 2024. Isto é, caso ele cumpra esse acordo, completará quase 25 anos na agremiação, já que começou a jogar nas categorias de base do Atleti em 2000. Além de manutenção de elenco, a renovação do contrato de Koke representa a intenção do clube de preservar um jogador especial, formado na base rojiblanca e que traz frutos muito satisfatórios para o Atlético. Um verdadeiro colchonero.

VEJA MAIS: Adeus, Calderón: torcida do Atleti se despediu do estádio com homenagens e dois gols de Torres

“O Atleti é o clube da minha vida e é uma honra fazer parte de seu futuro”, declarou Koke após autorizar o prolongamento de seu vínculo, que expirará, agora, quando ele tiver 32 anos. Seu contrato antigo ia só até 2019, e a permanência por mais cinco temporadas foi garantida na tarde desta terça. Aos 25 anos, Koke é um dos capitães do time colchonero e um dos símbolos da academia de formação de atletas do clube, no qual ele chegou com oito anos. Sua estreia com a camisa rojiblanca se deu na temporada 2009/10, em uma partida entre Atleti e Barcelona no Camp Nou, pela Copa do Rei. De lá para cá, o camisa 6 soma 218 aparições atuando na equipe principal.

“Essa é uma notícia excepcional para todos os rojiblancos. Koke personifica o que é ser Atlético. É um jogador muito solidário com o grupo, que trabalha sem descanso, com uma grande qualidade e uma enorme capacidade de superação. É um dos líderes dessa equipe e foi criado desde muito pequeno com os valores da nossa academia de formação. É por isso que saber que ele seguirá conosco é a melhor das notícias”, comentou José Luis Pérez Caminero, diretor esportivo do Atleti. “Apesar de ser jovem, ele já tem uma grande experiência e é um exemplo para todos os meninos que se formam nas categorias de base. É um jogador muito querido e respeitado no vestiário, e ele fará história no clube”.

Na janela de transferências passada, o nome de Koke foi ligado ao Manchester City, Chelsea e até ao Barcelona. Todos tinham interesse em contratá-lo, mas a vontade do Atleti de conservar seu patrimônio foi maior, bem como a vontade do jogador. Sua cláusula de rescisão, fixada nos € 60 milhões, e seu salário serão reavaliados pela diretoria do Atlético de Madrid, já que o meia estreitou ainda mais seu laço com os colchoneros e pode vir a ser um dos casos raros de lealdade e fidelidade prolongada no futebol atualmente, se ele de fato cumprir seu contrato atual e mais ainda se decidir se apontar no Atleti.

Mostrar mais

Nathalia Perez

Jornalista em formação trabalhando a favor de um meio esportivo mais humano. Meus heróis sempre foram jogadores de futebol, mas hoje em dia são muito mais heroínas.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo