BrasilCopa do MundoEspanha

Kaká faz uma aposta de alto risco ao seguir no Real Madrid

Kaká e o Real Madrid não é exatamente um caso de amor. Quando foi contratado, o jogador era um dos melhores do mundo, cotados para fazer uma parceria fantástica com outra estrela, Cristiano Ronaldo. Desde então, o que se viu foi o português se consolidar como um dos melhores da história e Kaká perder espaço no futebol mundial e ganhar críticas de torcedores madridistas. Um dos mais cotados a deixar o clube nas últimas temporadas, o brasileiro disse em entrevista que quer continuar. Mesmo com a chegada de Isco. A decisão é uma aposta de Kaká e isso pode mudar a sua carreira, para o bem ou para o mal.

O novo técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, é um velho conhecido de Kaká. Foi com ele que o brasileiro brilhou no Milan, antes de ir para o Real Madrid. Se tem alguém que o conhece bem e sabe como aproveitá-lo, é o italiano. Só que com o desempenho recente do jogador conta negativamente e a fartura de opções do Real Madrid na sua posição também. O seu principal concorrente é Mesut Özil, que embora seja um jogador muito instável, tem feito boas temporadas e é o líder de assistências da equipe – 25 em 52 jogos. Kaká terá que entrar muito bem para tomar o lugar do alemão. E não há tempo para errar.

Na última temporada, Kaká fez 27 jogos pelo Real Madrid, sendo 15 como titular. Nessas chances, alguns bons jogos, cinco gols marcados, cinco assistências e atuações que não convenceram para que fosse alçado a titular. Entrou bem contra o Borussia Dortmund, na semifinal da Liga dos Campeões, mas nada de fazer com que torcedores possam imaginar que ele seja titular. Falta subir um pouco o nível para que possa ameaçar os titulares e o técnico imagine uma forma de colocá-lo no time. Ainda não passa nem perto disso.

A permanência de Kaká é criticada por parte da torcida. Alguns o chamam de acomodada por não querer abrir mão dos € 9 milhões por temporada, um salário alto. Só que vale lembrar que Kaká aceitou diminuir seu salário para € 5,5 milhões para ir para o Milan, só que o Real Madrid não aceitou a proposta dos rossoneri (não confirmada, mas algo em torno de € 15 milhões). O contrato do meia vai até 2015 e parece mesmo improvável que ele saia nesta temporada.

“Minha intenção é seguir no Real Madrid”, disse. “Eu tenho contrato com o Real Madrid e nós temos um novo técnico. Eu tive uma conversa boa com Carlo Ancelotti e eu irei continuar”, afirmou o jogador. As declarações têm sentido se pensarmos que o relacionamento com José Mourinho não era dos melhores. Some isso ao fato de Ancelotti ter declarado que uma das suas missões no Real Madrid é recuperar Kaká e há um belo caldo de esperança. Se a aposta de Kaká vingar, o meia pode recuperar seu espaço e dar uma volta por cima e conseguir um lugar de volta na Seleção Brasileira. Um ressurgimento digno de fênix. Mas se a aposta não der certo, Kaká pode perder sua última chance de disputar uma Copa do Mundo. Mas ninguém faz apostas pensando em dar errado.

Mostrar mais

Felipe Lobo

Formado em Comunicação e Multimeios na PUC-SP e Jornalismo pela USP, encontrou no jornalismo a melhor forma de unir duas paixões: futebol e escrever. Acha que é um grande técnico no Football Manager e se apaixonou por futebol italiano (Forza Inter!) desde as transmissões da Band. Saiu da posição de leitor para trabalhar na Trivela em 2009.

Conteúdos relacionados

Botão Voltar ao topo