As duas seleções entraram em campo com três pontos cada uma, em um confronto direto pela segunda colocação do Grupo B da Copa do Mundo. Um empate seria bom para ambas, e foi isso que a China buscou. Defendeu o tempo inteiro, não deu um chute a gol e contou com ótimas defesas da goleira Peng Shimeng para segurar o 0 a 0 que lhe valeu a classificação como uma das melhores terceiras colocadas. A Espanha merecia ter encontrado o gol, pela maneira como abordou a partida, e passa em segundo lugar. O prêmio? Pegar os Estados Unidos ou a Suécia na próxima fase. 

Espanha melhor

No primeiro tempo, a Espanha jogou, e a China assistiu. As europeias tiveram 62% de posse de bola, acertaram o dobro dos passes (literalmente: 242 contra 121) e deram nove chutes a gol, dois deles no alvo, enquanto as asiáticas não finalizaram uma vez sequer. As melhores chances surgiram na reta final do período. Mariona Caldentey bateu de fora, com muito perigo, e uma cabeçada de Hermoso exigiu boa defesa da goleira Peng, caindo no canto para agarrar. 

Pressão espanhola

A Espanha aumentou o ritmo no segundo tempo, roubando todas as bolas, pressionando a saída chinesa o tempo inteiro. E criando chances. Lucía García pegou a sobra de dentro da área e foi bloqueada pela defesa. Peng pulou no canto para espalmar o belo chute de média distância de Patri. Aos 37 minutos, outro chute de Patri, outra boa defesa de Peng. Logo em seguida, Hermoso buscou o ângulo, e Peng conseguiu se esticar para espalmar. 

Domínio em números

Os números finais da partida não deixam dúvida sobre qual time buscou mais a vitória. A Espanha terminou com 70% de posse de bola, oito escanteios a favor, contra nenhum, e 17 finalizações, contra zero das chinesas. Faltou fazer o gol. Culpa de Peng. 

Ficha técnica

China 0 x 0 Espanha

Local: Estade Océane, em Le Havre
Árbitra: Edina Alves Batista (Brasil)
Gols: nenhum
Cartões amarelos: Li Wen (CHI)

China: Peng Shimeng; Han Peng, Wu Haiyan, Lin Yuping e Liu Shanshan; Zhang Rui, Wang Yan, Wang Shuang (Li Wen) e Gu Yasha (Yao Wei); Wang Shanshan (Yang Li) e Li Ying. Técnico: Jia Xiuquan

Espanha: Sandra Panos; Marta Corredera, Irene Paredes, María León e Leila Ouhabi; Patricia Guijarro, Virginia Torrecilla, Lucía García (Celia Jiménez) e Mariona Caldentey (Andrea Falcón); Jennifer Hermoso e Nahikari García (Alexia Putellas). Técnico: Jorge Vilda