Saúl Ñíguez se tornou um dos grandes destaques da temporada com suas atuações pelo Atlético de Madrid. Ganhou um lugar no time titular e foi uma peça fundamental do técnico Diego Simeone na caminhada para a final da Champions League, perdida para o Real Madrid. O jogador, que estava na lista prévia da Espanha para a Eurocopa, acabou de fora dos 23 que irão ao torneio. O técnico Vicente Del Bosque preferiu levar Lucas Vazquez, reserva do Real Madrid.

LEIA TAMBÉM: A convocação da Itália para a Eurocopa é tão triste que tem Thiago Motta como camisa 10

Um jogador do Atlético de Madrid foi cortado, mas um do Real Madrid também. Dos 25 que estavam na pré-lista, o outro que não ficou no grupo final foi Isco, que é também reserva do Real Madrid. Nem ele nem Saúl irão ao torneio na França. “Temos que equilibrar o elenco. Creio que com estes 23 estamos cobertos. Há mais jogadores que poderiam ter vindo”.

Entre os convocados, destaque para Sergio Ramos, capitão do Real Madrid, que levantou a taça da Champions League e está de folga. Ele, Lucas Vazquez, Koke e Juanfran, que disputaram a final do torneio no dia 28, só irão se apresentação ao grupo da seleção espanhola no dia 4 de junho. A competição começa no dia 10.

O goleiro Iker Casillas, que não viveu uma grande temporada no Porto, está na lista. A questão é se será titular, porque seus companheiros da posição na lista de convocados vivem ótimos momentos. David De Gea foi um dos melhores jogadores do Manchester United na temporada, enquanto Sergio Rico foi destaque no Sevilla campeão da Liga Europa.

No mais, Juanfran, que se emocionou pelo drama na final da Champions League, deve ser titular do time, já que Carvajal, que se machucou justamente naquele jogo com o Atlético de Madrid, acabou cortado. Das tristezas que viveu na decisão continental, uma delas acabou significando que ele será o titular do time espanhol na Eurocopa. Ao menos a princípio. Foi convocado para o lugar do lateral do Real Madrid o jovem Hector Bellerín, do Arsenal.

Veja a lista:

Goleiros: Iker Casillas (Porto-POR), David De Gea (Manchester United-ING) e Sergio Rico (Sevilla);

Defensores: Sergio Ramos (Real Madrid), Gerard Piqué, Jordi Alba, Marc Bartra (todos dos Barcelona), César Azpilicueta (Chelsea-ING), Mikel San José (Athletic Bilbao), Héctor Bellerín (Arsenal-ING) e Juanfran (Atletico Madrid);

Meio-campistas: Bruno (Villarreal), Sergio Busquets, Andrés Iniesta (ambos do Barcelona), Thiago (Bayern de Munique-ALE), David Silva (Manchester City-ING), Pedro, Cesc Fábregas (ambos do Chelsea-ING), Lucas Vázquez (Real Madrid) e Koke (Atletico Madrid);

Atacantes: Aritz Aduriz (Athletic Bilbao), Nolito (Celta) e Álvaro Morata (Juventus-ITA).