A preocupação pelo Coronavírus (COVID-19) fez com que o governo da Espanha tomasse uma medida mais forte. As próximas rodadas da primeira e segunda divisão do Campeonato Espanhol serão disputadas sem público, como forma de tentar conter o avança do vírus. Isso inclui o jogo entre Barcelona x Napoli, no dia 18 de março, pela partida de volta das oitavas de final da Champions League. A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira pelo próprio Barcelona.

O secretário de esporte da Generalidade e Saúde, Gerard Figueras, e o secretário da Saúde Pública, Joan Guix, anunciaram a medida nesta terça-feira. “É uma decisão que segue rigorosamente os critérios de saúde”,afirmou Figueras. “Para reduzir as infecções, temos que evitar aglomerações. A situação epidemiológica na Catalunha, Espanha e no resto da Europa mudou nos últimos dias”, afirmou Guix.

Com isso, significa que os torcedores do Napoli não poderão viajar até Barcelona para acompanhar o seu time. Não só porque o jogo terá portões fechados, mas também porque o governo italiano decretou que os italianos não devem se deslocar de região para impedir que o vírus se espalhe. “O Barcelona assumiu a decisão como apropriada e vai aplicar as recomendações do governo. Agradecemos que se preserve a segurança dos cidadãos”, continuou ainda o secretário de esporte, Gerard Figueras.

A escolha por fechar também o Camp Nou foi tomada depois do Valencia também seguir orientações e fechar os portões para o jogo contra a Atalanta, também pela partida de volta das oitavas de final da Champions League. Uma medida que Dani Parejo, capitão do Valencia, criticou. “Não entendo como posso andar com milhares de pessoas em Fallas e em Valencia não se pode jogar diante da nossa torcida na partida mais importante da temporada”, disse o capitão dos Ches.

No estádio Mestalla, em Valencia, estão presentes cerca de 250 pessoas, segundo acordo dos clubes com a Uefa, o que inclui jogadores, comissões técnicas, médicos, árbitros, delegados da Uefa, representantes das diretorias dos clubes, gandulas, polícia e seguranças. Estarão presentes também os operadores de câmeras e técnicos das transmissões de televisão, mas sem jornalistas, que trabalharão em Barcelona, nos escritórios da empresa que detém os direitos de transmissão.

O PSG também irá jogar com portões fechados depois de determinação da Prefeitura de Paris, no jogo contra o Borussia Dortmund. Já a partida entre RB Leipzig e Tottenham, na Alemanha, nesta terça-feira, será disputada com público. Ainda não se sabe como serão os duelos entre Liverpool e Atlético de Madrid, nem Manchester City e Real Madrid, ou Bayern e Chelsea, e também Juventus e Lyon. A Itália já decretou paralisação em todos os esportes até o dia 3 de abril.

La Liga divulgou comunicado que irá seguir as orientações do governo e as duas próximas rodadas jogadas com portões fechados. A segunda divisão, em suas rodadas 32 e 33, também terão portões fechados. O governo declarou Madri e Álava regiões de “transmissão alta”, fechando inclusive escolas e universidades para evitar aglomerações. As autoridades também recomendaram trabalho remoto a todas as empresas em que isso for possível.

Isso significa que os seguintes jogos de La Liga serão disputados com portões fechados:

Rodada 28 (13, 14 e 15 de março)
Real Madrid x Eibar
Leganés x Valladolid
Valencia x Levante
Mallorca x Barcelona
Celta x Villarreal
Espanyol x Alavés
Real Sociedad x Osasuna
Athletic Bilbao x Atlético de Madrid
Granada x Getafe
Sevilla x Betis

Rodada 29 (20, 21 e 22 de março) 
Osasuna x Atlético de Madrid
Valladolid x Celta
Real Madrid x Valencia
Alavés x Real Sociedad
Eibar x Athletic Bilbao
Villarreal x Mallorca
Betis x Granada
Getafe x Espanyol
Levante x Sevilla
Barcelona x Leganés