O futuro de Andrea Pirlo na Juventus está incerto. O contrato do meia italiano termina ao fim da temporada. Já houve conversas para renová-lo, mas nada foi definido. Enquanto isso, rumores sobre uma transferência para Inglaterra e Espanha começam a surgir. Neste domingo, ele foi poupado do dérbi contra o Torino por causa da Liga dos Campeões no meio da próxima semana e viu aquele que é considerado o seu sucessor decidir a partida.

O francês Paul Pogba foi o melhor em campo e autor do gol da vitória. Lance, aliás, que deveria ter sido anulado porque Carlos Tevez estava impedido quando cabeceou no travessão. O jovem teve sete desarmes, muito mais que seus companheiros de meio-campo Claudio Marchisio (3) e Arturo Vidal (2). A moral dele está tão alta em Turim que, mesmo com contrato até 2016, já discute uma renovação. O jogador de 20 anos teve poucas chances no Manchester United e assinou com a Juventus no começo da última temporada.

Pirlo, por outro lado, disse no começo da temporada que tem vontade de permanecer, mas ainda avalia se consegue ser importante para a Juventus, como foi no bicampeonato italiano nos últimos dois anos. No último final de semana, foi substituído por Antonio Conte contra o Hellas Verona e foi direto para o vestiário. O treinador não ficou bravo, mas criou uma nova regra que obriga os jogadores substituídos a assistirem ao resto da partida do banco de reservas.

Para a Juventus, fica a coincidência. Pirlo foi contratado, de graça, porque o Milan não renovou o seu contrato. O clube de Turim, se não resolver essa situação rapidamente, corre o risco de ver a mesma coisa acontecer novamente.