A Roma, definitivamente, recuperou o seu bom momento. Após meses errantes, o time vem de quatro vitórias consecutivas, não apenas se classificando na Liga dos Campeões, como também reafirmando sua candidatura ao G-4 da Serie A. Neste domingo, a vitória sobre o Crotone não foi tão fácil. Os giallorossi passaram certo sufoco no Estádio Ezio Scida, mas acabaram celebrando o triunfo por 2 a 0. Resultado que, de novo, teve como destaques Radja Nainggolan e Alisson, protagonistas do time.

Dominando o primeiro tempo, a Roma abriu o placar aos 39 minutos, em cruzamento de Aleksandar Kolarov para Stephan El Shaarawy definir. Houve tranquilidade até mesmo para Alisson dar um chapéu em Adrian Stoian, em lance que ressalta a confiança elevadíssima do goleiro. O Crotone, no entanto, chegou a ameaçar após o intervalo. Alisson precisou intervir, especialmente em uma saída no mano a mano com Marcello Trotta. Além disso, Bruno Peres foi outro com ações cruciais aos romanistas. Somente aos 30 da segunda etapa é que Nainggolan fechou a conta. Garantiu a tranquilidade aos visitantes em boa jogada individual, se livrando dos marcadores e acertando um chute no cantinho.

A fase favorável da Roma se reflete na tabela. O time permanece em terceiro, com 59 pontos. Tem quatro a mais que a Inter e seis a mais que a Lazio, ambos com um jogo a menos. Pelas peças individuais, de qualquer forma, não se nega a capacidade dos romanistas de se manterem na zona de classificação à Champions. Já o Crotone estaciona nos 24 pontos e termina a rodada na zona de rebaixamento, superado pela Spal. É o 18° colocado.