Neste final de semana, o futebol é assunto de menos no Paris Saint-Germain. A revelação do Football Leaks sobre o esquema fraudulento para dopar as finanças do clube e burlar o Fair Play Financeiro certamente irá repercutir bastante. Mas, ao menos em campo, o time de Thomas Tuchel ignorou os problemas para conquistar o seu 12° triunfo consecutivo na Ligue 1 – novo recorde das cinco grandes ligas europeias. Até poderia ser difícil pegar o vice-líder, o Lille, no Parc des Princes. Ainda assim, os parisienses conseguiram construir a vitória por 2 a 1, mais uma vez com Kylian Mbappé tomando o protagonismo.

Os gols só saíram durante o segundo tempo. Mbappé abriu o placar aos 25 minutos, em bonito chute de fora da área.  Foi seu 11° gol em oito partidas pelo Francesão nesta temporada. Já aos 39, o atacante tabelou com Neymar, que ampliou a vantagem arriscando da entrada da área. Tranquilidade assegurada, o Lille só conseguiu descontar nos acréscimos, em pênalti convertido pelo bom Nicolas Pepe, tirando do alcance de Gianluigi Buffon.

O triunfo permite ao PSG abrir 11 pontos de vantagem na primeira colocação. São 36 pontos, já o dobro do sexto colocado, o Saint-Étienne. O Lille, por sua vez, permanece em segundo e pode ser igualado pelo Montpellier, que recebe o Olympique de Marseille no domingo. Entre tantos anos hegemônicos, os parisienses devem conquistar o seu título mais dominante, embora o objetivo principal seja outro e a mancha se amplie com as revelações bombásticas.