Demorou quatro jogos, mas Jadon Sancho enfim foi titular do Borussia Dortmund neste reinício da Bundesliga. Ainda buscando sua melhor forma, o inglês havia começado as três partidas anteriores no banco. Em sua primeira oportunidade, teve uma atuação convincente para se manter na equipe: foram três gols marcados na goleada por 6 a 1 sobre o Paderborn, construída toda no segundo tempo.

Durante quase dois terços do jogo, parecia que teríamos uma daquelas histórias de dias em que a bola incrivelmente não queria entrar de jeito nenhum. Até o momento do primeiro gol, marcado aos nove do segundo tempo, o Borussia Dortmund já havia finalizado nove vezes, quatro delas no alvo, mas sem conseguir passar pelo goleiro Zingerle. Thorgan Hazard, por fim, abriu a porteira, pegando rebote de um cruzamento para fazer o 1 a 0.

Depois disso, veio a avalanche. Em contra-ataque, Delaney lançou Brandt, que cruzou rasteiro para Sancho ampliar para 2 a 0 aos 12 minutos da etapa complementar. Na comemoração, Sancho seguiu o exemplo dos colegas Marcus Thuram e Weston McKennie, exibindo uma mensagem em que pedia justiça para George Floyd, negro morto sufocado pela polícia em Minneapolis, nos Estados Unidos.

Aos 25 minutos, Can interceptou finalização se atirando à bola, mas ela pegou em seu braço. O árbitro marcou o pênalti, que Hünemeier converteu para diminuir o placar. Dois minutos mais tarde, em mais uma jogada pela esquerda, desta vez quem apareceu para o penúltimo toque foi Thorgan Hazard. O cruzamento para Sancho foi preciso, e o inglês fez o 3 a 1.

Já aos 40 do segundo tempo, Schmelzer fez boa jogada na beira da área, abriu pela direita com Hakimi, e o lateral bateu rasteiro, com precisão para ampliar para 4 a 1. Havia tempo para mais. Quatro minutos mais tarde, Witzel cruzou, e Schmelzer completou para o gol.

Para encerrar, aos 46 da etapa final, com quase todo o Paderborn no campo de ataque para o escanteio, o Dortmund puxou contra-ataque rápido, com passe em profundidade de Mateu Morey para Sancho. Livre, o camisa 7 avançou pelo campo adversário e bateu na saída de Zingerle para conseguir o seu hat-trick e fechar a goleada em 6 a 1.

Standings provided by Sofascore LiveScore

Desde que a Bundesliga retornou, Sancho havia disputado apenas 81 minutos acumulados nos três jogos anteriores ao deste domingo, saindo do banco em todos eles. Nessas oportunidades, havia tido apenas uma contribuição direta para gol, com uma assistência no 2 a 0 contra o Wolfsburg. Em comparação, jogou todos os 90 minutos deste domingo.

Embora viesse vivendo uma temporada marcante, como um dos maiores talentos individuais do mundo, Sancho voltou fora de forma da paralisação do futebol. Nos minutos em que estivera em campo, era visível que não estava em seu melhor nível, e sua reintegração precisaria ser gradual. Com a atuação deste fim de semana, o seu primeiro hat-trick na temporada, Sancho tornou difícil o seu retorno para o banco de reservas.