Clube habitual à Bundesliga depois da reunificação das Alemanhas, o Energie Cottbus não está na melhor das suas fases. Foi rebaixado à quarta divisão na última temporada e não teve muita sorte no sorteio da Copa da Alemanha: encarou o Bayern de Munique na primeira rodada. Perdeu por 3 a 1, como era de se esperar, mas não foi goleado e resistiu até que bem à pressão bávara, graças ao seu goleiro de 19 anos, Lennart Moser.

Moser pertence ao Union Berlim, recém-promovido pela primeira vez à Bundesliga, e foi emprestado ao Energie Cottbus até o final da temporada. Logo no começo da partida, espalmou um chute à queima-roupa de Lewandowski ao travessão e fez outra defesa parecida em cabeçada de Coman, mas, no rebote, o atacante polonês abriu o placar. Graças a mais uma linda intervenção de Moser, em batida de canhota de Lewandowski, o Cottbus chegou ao intervalo perdendo por apenas 1 a 0.

Imaginar um tropeço do Bayern ainda era difícil porque, por outro lado, não houve nenhuma ameaça a Manuel Neuer, liderando uma escalação forte do time de Niko Kovac para a segunda partida oficial da temporada. Depois do intervalo, Moser ainda chegou a tocar no chute de fora da área de Coman, mas não conseguiu desviá-lo: 2 a 0. O Bayern encerrou sua participação com uma batida rasteira de Goretzka, a cinco minutos do final, que desviou em Lewandowski, tirando qualquer possibilidade de defesa.

No último ato da partida, Goretzka cometeu falta dentro da área, e o Cottbus teve a rara chance de fazer um gol no Bayern de Munique. Berkan Taz chutou em um lado, Neuer caiu para o outro, e o time da quarta divisão encerrou sua honrosa partida contra o gigante alemão.