O Milan acertou o empréstimo de Brahim Díaz, do Real Madrid, por uma temporada. O atacante espanhol tem 21 anos e não teve espaço no clube merengue, onde fez apenas 10 jogos na última temporada. No Milan, o meia, que pode atuar pelos lados do campo, vestirá a camisa 21 e espera ter mais espaço para corresponder à expectativa criada enquanto esteve na base.

Brahim Díaz é espanhol de Málaga e foi no clube de mesmo nome da cidade que começou a carreira. Ainda na base, foi para o Manchester City e por lá ficou. Fez poucos jogos pelo time principal e, assim como outros jogadores da badalada base dos Citizens, decidiu buscar seu espaço em outro lugar. Ainda mais porque quem veio bater à sua porta foi o Real Madrid, um dos clubes mais poderosos e mais riscos do mundo.

Embora a expectativa fosse boa, Brahim Díaz não teve muitas chances. Foram 10 jogos, nove deles vindo do banco de reservas. No total, só 206 minutos em campo. É mais utilizado pelos lados do campo, nas pontas, por qualquer um dos lados. Fará companhia ao compatriota, Samu Castillejo e tentar repetir o sucesso que outro espanhol também teve antes, Suso, que foi para o Sevilla na temporada passada.

O empréstimo não tem opção de compra. O Real Madrid não parece disposto a perder o jogador. Claro, isso ainda pode ser negociado, se for o caso, mas a ideia é um empréstimo simples. O Milan tentará usar o jovem espanhol para reforçar o seu elenco, que precisa de profundidade, enquanto o Real Madrid faz com que um jogador promissor possa ter chance de jogar mais, já que parecia fora dos planos de Zinedine Zidane. Para o Milan, não há risco e nem custo, o que parece um bom negócio. Na pior das hipóteses, se o jogador não render, não terá gastado nada.