Ederson deu um passe de 70 jardas no gol da vitória do Manchester City por 1 a 0, sobre o Tottenham. Sabemos disso porque o gramado de Wembley nos contou. O cenário bizarro do jogo que encerrou a rodada da Premier League foi um campo de futebol americano, ainda com a marcação de jardas e o logo da NFL no círculo central, um dia depois do duelo entre Jacksonville Jaguars e Philadelphia Eagles.

Quando o jogo da NFL foi marcado para Wembley, a expectativa era que, a essa altura da temporada, o White Hart Lane estivesse pronto para ser o estádio do Tottenham no Campeonato Inglês. Também se imaginava que o time de Mauricio Pochettino estivesse em um estágio mais avançado. Os resultados são bons. No entanto, o desempenho ainda não convence os seus torcedores.

O touchdown do Manchester City aconteceu logo no início da partida. Trippier calculou mal a curva do lançamento de Ederson e permitiu que Sterling fizesse a recepção pelo lado esquerdo. Chegaram juntos à linha de fundo, onde o lateral direito do Tottenham levou um drible fácil. O passe para trás encontrou Mahrez, que comemorou apontando para os céus, em provável homenagem a Vichai Srivaddhanaprabha, dono do Leicester que morreu no fim de semana em um acidente de helicóptero.

Foi conveniente para o City que a bola tenha atravessado mais da metade do gramado pelo ar porque o jogo terrestre foi prejudicado pelo estado do gramado, quase sem a permissão para ser chamado assim pelo centro e pelos flancos. Tocar a bola era um pouco mais difícil. Mesmo assim, os visitantes criaram oportunidades suficientes para matar a partida e evitar o risco que correram, principalmente no final do segundo tempo.

Sterling e David Silva desperdiçaram chances, Agüero parou um par de vezes nas mãos de Hugo Lloris. Mas o Tottenham também teve suas situações. Sissoko apareceu livre pela direita, em erro de Mendy, e se equivocou na hora do passe crucial. Kane mandou uma por cima do travessão e adiantou demais a segunda, permitindo o abafa de Ederson. O empate poderia ter saído quando Lamela recebeu, na entrada da pequena área, sem marcação, mas o arremate saiu alto demais.

Em condições distantes das ideais, o City fez uma partida mais pragmática e saiu com a vitória, uma daquelas essenciais na caminhada de qualquer time rumo ao título. São já seis partidas seguidas sem levar gol para o time de Guardiola, candidatando-se fortemente à defesa do seu título.