Em sua caminhada rumo ao acesso, a Chape conquistou uma vitória fundamental contra o Sampaio no Castelão

A Série B teve um jogo grande nesta sexta-feira, entre líder e vice-líder. A Chapecoense defendia seu excelente momento na tabela contra o Sampaio Corrêa, um de seus principais perseguidores. E a partida no Castelão serviu para confirmar a fase inspiradíssima da Chape, cada vez mais firme em sua caminhada de volta à elite do Brasileirão. Mesmo com a Bolívia Querida abrindo o placar em São Luís, o Verdão do Oeste foi capaz de buscar a virada por 3 a 1. A equipe fecha a noite com uma vantagem de dez pontos na liderança, ainda aguardando os resultados de América Mineiro e Cuiabá para saber sua real diferença ao final da rodada.

Durante os primeiros minutos da partida, o Sampaio Corrêa martelou e criou boas oportunidades para abrir o placar. A insistência se manteve até render um pênalti aos 34. O artilheiro Caio Dantas assumiu a cobrança e conseguiu tirar a bola do alcance do goleiro João Ricardo, chegando aos 15 tentos na Segundona. Mesmo sem fazer uma grande atuação, a Chapecoense conseguiria voltar à partida e empatar antes do intervalo. Acionado por ótimo passe de Alan Ruschel, Busanello cruzou e Anselmo Ramon emendou de cabeça às redes. Os catarinenses respiravam aliviados, depois de uma primeira etapa em que os maranhenses mereceram mais o resultado.

A virada da Chapecoense, aos 14 da etapa final, contou com a participação do banco de reservas. Logo após entrar no jogo, Alan Santos fez o segundo gol dos catarinenses, ao desviar o cruzamento de Paulinho Mocellin em cobrança de falta. Os visitantes cresceram e passaram a levar perigo com mais frequência, apostando na velocidade. Seriam premiados com o terceiro tento aos 31, em mais uma bola alçada na área. Denner fez o cruzamento pela esquerda e Mike se encarregou de finalizar de chapa. O Sampaio ainda tentaria uma reação no fim, mas houve tempo para Denner carimbar a trave e quase assinalar o quarto. Vitória de um time que cresceu no duelo e foi mais eficiente.

A Chape atravessa uma série de 16 partidas sem perder na Segundona. O time só sofreu uma derrota em 22 rodadas, com 13 vitórias na campanha. A defesa é um dos grandes trunfos do Verdão, com míseros seis gols sofridos até o momento, menos da metade em relação à segunda melhor defesa. Já na frente, Anselmo Ramon é o artilheiro da equipe e contabiliza sete tentos. Pela consistência apresentada, é muito difícil imaginar o time de Umberto Louzer não faturando o acesso (e o título) nesta temporada.

A disputa pelo G-4 da Série B, aliás, ficou animada nesta sexta. A Chapecoense sobra com 47 pontos. Logo abaixo, quatro times somam 37 pontos: Sampaio, Juventude, América Mineiro e Cuiabá. O Ju passou o carro no mesmo horário, ao golear o Paraná por 5 a 0 dentro do Alfredo Jaconi. O América entra em campo no sábado, encarando o Operário Ferroviário no Germano Krüger, enquanto o Cuiabá mede forças com o CSA na Arena Pantanal.

Classificação fornecida por SofaScore LiveScore