Em meio ao passeio do City, deram um pênalti escandaloso do gramado em Sterling

O City, porém, mostrou que nem precisaria de uma mãozinha do apito e goleou o Shakhtar Donetsk por 6 a 0

Do jeito que o Manchester City vem jogando, com um nível de desempenho próximo ao da temporada anterior, não é necessária a ajuda da arbitragem. Tanto que a equipe de Guardiola chegou a três vitórias em quatro rodadas da fase de grupos em grande estilo, goleando o Shakhtar Donetsk por 6 a 0. Mas a construção do placar foi auxiliada por um pênalti escandaloso marcado pelo árbitro Viktor Kassai por uma falta do gramado em Raheem Sterling.  

Isso mesmo: nada mais aconteceu do que Sterling dando uma engrossada daquelas. Ele carregava a bola pela esquerda quando perdeu a passada e enfiou o bico da chuteira no gramado do Etihad Stadium. Mykola Matvyenko acompanhava a jogada, mas nem chegou a encostar em Sterling antes da queda. 

Teria sido honesto se o jovem inglês avisasse o árbitro que não houve infração alguma no lance. Mas ele não o fez. Gabriel Jesus pegou a bola e converteu a penalidade máxima, ampliando o placar para 2 a 0 a favor do City. Pouco antes, David Silva havia feito o primeiro gol inglês, completando um belo cruzamento da direita de Mahrez. 

 

Após o intervalo, Sterling redimiu-se da engrossada com um belo gol: arrancou pela esquerda, passou da marcação e acertou um chute alto no canto de Pyatov. Gabriel Jesus, em novo pênalti (desta vez bem marcado pelo apitador), fez o quarto.

Entregue, o Shakhtar Donetsk abriu-se para o contra-ataque e levou o quinto, de Mahrez, e o sexto, de Gabriel Jesus, que completou sua tripleta com uma cavadinha de fora da área. 

.