Em jogo morno, México e Coreia do Sul ficam no 0 a 0

México e Coreia do Sul protagonizaram a primeira partida sem gols dos Jogos Olímpicos de 2012. Após primeiro tempo de poucas emoções no St. James Park, as duas equipes melhoraram após o intervalo, mas não conseguiram ir além do empate por 0 a 0. As duas equipes figuram no Grupo B, que ainda conta com Gabão e Suíça.

O primeiro tempo começou bastante estudado, com a Coreia do Sul impondo um pouco mais seu domínio a partir dos 15 minutos. Apostando na troca de passes em velocidade, os asiáticos passaram a exercer maior pressão, ainda que sem criar grandes oportunidades. Somente nos minutos finais é que o México passou a sair um pouco mais para o ataque, sem sucesso.

No início do segundo tempo, os sul-coreanos voltaram ainda mais intensos para o campo, mais objetivos em suas jogadas de ataque. El Tri melhorou um pouco mais depois da entrada de Giovani dos Santos, que deu um pouco mais de dinâmica nos contragolpes. Nos acréscimos, Raul Jiménez ainda teve boa oportunidade para os latinos, mas acabou esbarrando na trave.

Destaque do jogo

O controle de jogo da Coreia do Sul. Apesar do favoritismo inicial do México, foram os asiáticos que tiveram maior iniciativa na partida e se impuseram no campo ofensivo. Resta à equipe saber capitalizar melhor a posse de bola.

Momento-chave

A entrada de Giovani dos Santos. Titular da seleção principal, o camisa 10 surpreendentemente começou a partida no banco de reservas e, quando entrou, deu outra cara para sua equipe. O atacante teve excelente chance de marcar já aos 42 minutos do segundo tempo, em bola esticada para dentro da área, mas acabou finalizando para fora.

Ficha Técnica

México 0x0 Coreia do Sul

Local: St. James Park, em Newcastle (ING)
Data: 26/jul, quinta-feira
Árbitro: Slim Jedidi (TUN)
Cartões amarelos: Héctor Herrera (México)

México
José Corona, Nestor Vidrio, Diego Reyes, Hiram Mier e Darvin Chávez; Carlos Salcido e Héctor Herrera (Jorge Enríquez, aos 25’/2T); Javier Aquino, Marco Fabián (Raul Jiménez, aos 40’,2T) e Miguel Ponce; Oribe Peralta (Giovani dos Santos, aos 21’/2T). Técnico: Luis Fernando Tena.

Coreia do Sul
Jung Sung-Ryong, Yun Suk-Young, Kim Young-Kwon, Kim Chang-Soo e Hwang Seok-Ho; Ki Sung-Yueng e Kim Bo-Kyung; Nam Tae-Hee (Ji Dong-Won, aos 41’/2T), Koo Ja-Cheol e Park Jong-Woo; Park Chu-Young (Baek Sung-Dong, aos 30’/2T). Técnico: Hong Myung-Bo.