Em jogo duro de assistir e cheio de erros, Manchester United e Arsenal ficaram no empate

Com nove pontos, o Manchester United tem seu pior começo de primeira divisão da Inglaterra desde 1989/90

Era para ser a grande partida da rodada da Premier League, mas Manchester United x Arsenal acabou com um resultado decepcionante. Não o placar de 1 a 1, melhor aos visitantes do que aos anfitriões, em seu pior começo de primeira divisão desde 1989/90, mas o desempenho das duas equipes. Foi um jogo duro de assistir.

[foo_related_posts]

A primeira finalização demorou por volta de meia hora, quando Daniel James fez uma jogada individual e bateu rasteiro, sem problemas para Leno. Até então, os lances de perigo limitaram-se a cruzamentos cortados ou errados. A partida ganhava em emoção apenas quando havia espaço para os jogadores correrem, em contra-ataques ou erros individuais.

E como houve erros individuais, nos dois lados do gramado. Defensores errando domínios ou passes na saída de bola e atacantes finalizando muito mal ou errando passes simples. Foi em uma dessas que o Arsenal teve sua grande chance no primeiro tempo. Andreas Pereira escorregou na hora de interceptar um passe longo e deixou Bukayo Saka avançar livre. De Gea defendeu o chute cruzado e depois barrou também o rebote de Guendouzi.

O goleiro espanhol espalmou para escanteio, a defesa do Manchester United desviou e Andreas Pereira puxou o contra-ataque. Abriu com James pela direita. O passe rasteiro buscou Rashford, na outra trave, mas foi um pouco forte demais. O camisa 10 recolheu e rolou para trás. Pogba não conseguiu o domínio, e Scott McTominay recebeu, na entrada da área. Com a perna direita, puxou para o lado e desferiu um potente chute no canto alto de Leno para fazer 1 a 0.

O Arsenal retornou um pouco melhor no segundo tempo, mais presente no campo de ataque, e teve uma grande chance no cruzamento de Aubameyang. Torreira tentou pegar de primeira e furou. Aos 15 minutos, Tuanzebe errou o passe para Lindelöf, Saka tocou de primeira para Aubameyang, que entrou na área e tocou por cima de De Gea. Os jogadores do Manchester United levantaram o braço para reclamar de impedimento e foram corroborados pelo auxiliar.

No entanto, a revisão do assistente de vídeo mostrou Aubameyang em posição legal por pelo menos uns dois metros. Sorte do Arsenal que o árbitro esperou a conclusão do lance antes de apitar, embora, mesmo assim, os jogadores do United tenham desistido um pouco da jogada. De qualquer maneira, apesar do erro crasso do bandeirinha, o gol foi validado, e o jogo, empatado.

O Arsenal quase virou na sequência. Chambers subiu em passe de Guendouzi e cruzou rasteiro. Na marca do pênalti, Saka estava livre para pegar de primeira, mas mandou por cima do travessão. O Manchester United recuperou-se e criou as melhores chances da meia hora final da partida. Pogba quase marcou de fora da área, McTominay apareceu na segunda trave, sem marcação, mas errou o cabeceio e Rashford cobrou uma falta forte, no canto de Leno.

No entanto, a bola não entrou. Pela condição de visitante, o ponto serve melhor ao Arsenal, que se mantém em quarto lugar, empatado em pontos com o West Ham. Enquanto isso, o United segue sem conseguir fazer mais de um gol em uma única partida desde a estreia contra o Chelsea e soma apenas nove pontos, após duas vitórias e três empates. Primeira vez em 30 anos que o clube não chega a dois dígitos na pontuação após sete rodadas da elite inglesa.

.

.

Classificações Sofascore Resultados