A Nigéria conseguiu uma vitória difícil em um jogo cheio de reviravoltas contra Camarões, pelas oitavas de final da Copa Africana de Nações. Os Super Águias venceram por 3 a 2, depois de saíram vencendo e terem tomado a virada para 2 a 1. A vitória classifica o time para as quartas de final. O centroavante Odion Ighalo foi um dos destaques, com dois gols marcados. Nenhum dos dois times tinha mostrado um grande futebol na primeira fase, mas mostraram capacidade de subirem de nível nesta partida.

Um gol quase por acaso

O primeiro gol do jogo saiu em uma jogada de linha de fundo, que teve um bate e rebate danado. Aos 19 minutos, Ndidi cruzou para a área, a bola caiu na direita para Kenneth Omeruo e o zagueiro chutou para a área, onde estava Odion Ighalo. Ele chutou, a bola ainda desviou na zaga e foi parar no fundo da rede.

Reação camaronesa

Camarões conseguiu empatar o jogo no final do primeiro tempo. Em uma linda jogada pela esquerda, Christian Bassogog cruzou precisamente para o meio da área onde estava Stéphane Bahoken, de primeira: 1 a 1, aos 41 minutos.

Camarões aproveitou o embalo para marcar o segundo. Em uma bola longa, o centroavante Bahoken raspou de cabeça, a bola sobrou para Clinton N’Jie avançar em velocidade e marcar: 2 a 1 para os camaroneses.

Nigéria volta melhor no segundo tempo

No segundo tempo, os camaroneses acabaram não conseguindo manter o nível de desempenho e a punição acabou sendo pesada. Aos 18 minutos, cruzamento para a área, Musa ajeitou de peito e Ighalo bateu, livre no meio da área, para marcar o 2 a 2, aos 18 minutos.

Logo depois, aos 21 minutos, a Nigéria virou o jogo. Depois de marcar dois gols, foia vez de Ighalo ir para o papel de assistente. Ele recebeu pelo meio do ataque e rolou para Alex Iwobi, que entrou na área e tocou para marcar 3 a 2 e sacramentar a virada. Mais uma no jogo.

Camarões toca a bola

Os camaroneses tiveram muito mais a bola no segundo tempo, tentando pressionar os nigerianos, mas sem sucesso. Teve 62% de posse de bola, mas só chutou sete vezes a gol na segunda etapa e só um deles foi no gol. Foram 200 passes trocados no jogo, com 75% de acerto de passe. Foi assim até o fim, com a Nigéria, mais consistente e conservadora no modo de jogar, mantendo o resultado, a vitória, e a classificação.

Próximo jogo

A Nigéria espera o vencedor de Egito e África do Sul para jogar no dia 10 de julho, próxima quarta-feira.

Ficha técnica

Nigéria 3×2 Camarões

Local: Alexandria Stadium, em Alexandria
Árbitro: Joshua Bondo (Botsuana)
Gols: Odion Ighalo aos 19’/1T, aos 18’/2T, Alex Iwobi aos 21’/2T (Nigéria), Stéphane Bahoken aos 41’/1T, Clinton N’Jie aos 44’/1T (Camarões)
Cartões amarelos: Chidozie Awaziem (Nigéria), Pierre Kunde, Georges Mandjeck (Camarões)

Nigéria: Daniel Akpeyi; Chidozie Awaziem, William Troost-Ekonk, Kenneth Omeruo e Ola Aina; Oghenekaro, Wilfred Ndidi; Moses Simon (Samuel Chukwueze), Alex Iwobi (Leon Balogun) e Ahmed Musa; Odio Ighalo (Paul Onuachu). Técnico: Gernot Rohr

Camarões: André Onana; Collins Fai, Yaya Banana, Michael Ngadeu Ngadjui, Ambroise Oyongo; Pierre Kunde (Jacques Zoua) e Georges Mandjeck (André Zambo Anguissa); Christian Bassogog, Eric Maxim Choupo-Moting e Clinton N’Jie (Karl Toko Ekambi); Stéphane Bahoken. Técnico: Clarence Seedorf