O Bayer Leverkusen conseguiu a vitória contra o Borussia Dortmund em um jogo absolutamente maluco na BayArena, pela Bundesliga. O placar de 4 a 3 foi construído com duas viradas e gols marcados no final, que deram aos Aspirinas a vitória jogando em casa. E olha que apesar dos sete gols marcados na partida, havia caixa para mais. Os dois times perderam chances que poderia resultar em mais bolas na rede.

O primeiro gol saiu aos 19 minutos, com Volland recebendo em profundidade de Nadiem Amiri, dominando e chutando forte, de pé esquerdo: 1 a 0. Aos 21, o zagueiro Mats Hummels empatou em cobrança de escanteio: 1 a 1. O Dortmund conseguiu a virada em um gol espetacular. Emre Can pegou rebote e chutou bonito, no ângulo. Golaço, 2 a 1. Foi a estreia do meio-campista pela Bundesliga no novo clube, vindo da Juventus, em janeiro. O jogo já era de tirar o fôlego.

O Leverkusen ainda empatou o jogo no primeiro tempo. Depois de um cruzamento para a área, o zagueiro Jonathan Tah salvou uma bola que parecia que ia sair com um toque para trás. Kevin Volland, ele de novo, dominou e chutou forte para marcar: 2 a 2, aos 43 minutos. O intervalo foi um momento para os dois times respirarem, porque o ritmo era forte.

O Dortmund balançou a rede no começo do segundo tempo, com um gol de Sancho, mas a arbitragem anulou.

Aos 28 minutos do segundo tempo, em um contra-ataque, Havertz teve uma grande chance. Recebeu de Volland, avançou com tranquilidade e escolheu o canto. Tocou de pé esquerdo e acetou a trave. Uma enorme chance desperdiçada, ainda mais porque tinha um jogador no meio com liberdade que poderia receber o passe, Moussa Diaby.

Logo depois, o Leverkusen sofreu um castigo. O Dortmund construiu a jogada de trás, Hakimi tocou para Haaland, que fez bom papel de pivô, devolveu ao marroquino, que acionou Jadon Sancho. O camisa 7 foi inteligente e devolveu de primeira para Hakimi que, já pelo meio, abriu o jogo para Raphael Guerrero. O português chutou forte, cruzado e marcou: 3 a 2, aos 19 minutos.

O Leverkusen chegou a balançar as redes aos 30 minutos, mas desta vez o assistente marcou impedimento. O gol, que teve Volland tocando para Bailey, que empurrou para a rede, mas nem deu para comemorar. A bandeira levantou. O Leverkusen, porém, seguia acreditando.

Em uma boa bola de Havertz para o meio, achou o centroavante Volland. A defesa ainda conseguiu cortar a bola em um carrinho, só que sobrou para Bailey, que só empurrou para as redes: 3 a 3, aos 35 minutos. A torcida foi à loucura.

O Dortmund continuou vacilando defensivamente. E logo em seguida, aos 36 minutos, o Leverkusen pressionou, pressionou e deixou o time visitante acuado. Depois de um cruzamento afastado, a bola sobrou para Bailey na ponta esquerda e ele tocou para Daley Sinkgraven, que cruzou para a área. Lars Bender tocou de cabeça e marcou: 4 a 3. O capitão vibrou muito.

Lars Bender olha depois de tocar de cabeça, no que seria o gol da vitória do Leverkusen (Getty Images)

Mais uma vez, o Dortmund perde a chance de encostar nos líderes em uma rodada que os dois primeiros se enfrentam. Bayern de Munique e RB Leizpig entram em campo neste domingo para disputarem a liderança, com 42 e 41 pontos, respectivamente. O Dortmund tem 39 e o Leverkusen vai a 37, em quinto.

Classificações Sofascore Resultados