Nas última sete rodadas da Serie A, Cristiano Ronaldo marcou 11 gols, incluindo os dois que a Juventus precisou para vencer o Parma, neste domingo, por 2 a 1, e abrir quatro pontos de vantagem para a segunda colocada Internazionale.

Dono de um bom contra-ataque, o Parma tinha uma sequência de quatro partidas sem perder fora de casa antes de levar 5 a 0 da Atalanta, no começo de janeiro, mas conseguiu causar pouco perigo em um primeiro tempo dominado pela Juventus.

Aos oito minutos, a primeira chance foi uma cabeçada de Alex Sandro na primeira trave, após cobrança de escanteio. Cristiano Ronaldo parecia afim de jogo desde o início e exigiu boa defesa de Luigi Sepe com um chute forte. Depois, antecipou-se para cabecear o canto gerado pela sua boa jogada e mandou por cima do travessão.

Minutos antes do intervalo, Cristiano Ronaldo levou da esquerda para o meio, com seu jogo de pernas característico, e bateu de perna direita. Contou com um desvio no meio do caminho para enganar Sepe e abrir o placar.

Dybala deu um bonito passe de calcanhar para Danilo, nos primeiros minutos do segundo tempo, e Sepe precisou fazer uma grande defesa para barrar o chute forte do lateral direito brasileiro. Pouco depois, Matteo Scozzarella cobrou escanteio pela direita. Andreas Cornelius atacou a primeira trave e cabeceou com firmeza para tirar de Szczesny e empatar o duelo.

No entanto, durou pouco a alegria do Parma. Em um intervalo de dois minutos, Dybala caiu pela direita e cruzou rasteiro. Cristiano Ronaldo completou de primeira com a perna direita e jogou no canto de Sepe para recolocar a Juventus na frente.

O Parma tentou pressionar nos minutos finais, quando Szczesny precisou fazer boa defesa para impedir a tentativa de Kurtic e De Ligt desviou na hora certa o chute de Sprocati. Cristiano Ronaldo quase completou sua tripleta nos acréscimos, mas já havia feito o bastante.

.

.

Classificações Sofascore Resultados

.