Atual campeã da Copa Africana de Nações, Zâmbia suou bastante para garantir o direito de defender o bicampeonato. As Chipolopolo ficaram a um passo da eliminação contra Uganda, mas estarão na edição de 2013 do torneio continental, que acontecerá na África do Sul. Após vencer o jogo de ida por 1 a 0, a equipe treinada por Hervé Renard foi derrotada pelo mesmo placar em Kampala e só assegurou a vaga nos pênaltis, com triunfo por 9 a 8.

A vitória dos ugandenses no tempo normal foi construída aos 27 minutos do primeiro tempo, em gol de Geoffrey Massa. Com o marcador inalterado até o apito final, a disputa seguiu para as penalidades. Stoppila Sunzu, que tinha batido o pênalti decisivo na final da CAN 2012, fez o nono gol. E o goleiro Kennedy Mweene foi outra vez o herói, ao defender a última cobrança dos adversários. Esta será a 15ª participação de Zâmbia no torneio, a quinta consecutiva.

Quem também fez sua parte e assegurou a classificação foi a seleção de Gana, eliminada pelos zambianos na semifinal da CAN 2012 e adversária dos campeões continentais nas eliminatórias da Copa. Depois de vencer o primeiro jogo por 2 a 0, as Estrelas Negras voltaram a bater Malawi, agora fora de casa. O triunfo por 1 a 0 foi garantido por Afriyie Acquah.

Já a seleção de Mali passou fácil por Botsuana e vai para sua quarta participação consecutiva na CAN. Fora de casa, as Águias anotaram 4 a 1 no marcador. Atacante do Bordeaux, Cheick Diabaté estufou as redes duas vezes, enquanto Mohamed Sissoko e Mamadou Samassa fizeram os outros gols.