Eu já não aguentava mais, e talvez, nem você. Foram quatro meses longe dela. Parecia que não ia acabar nunca. Mas acabou. A Uefa Champions League voltou e com ela uma das coisas mais bacanas que a competição proporciona aos fãs: o Fantasy. O popular game que nos permite acreditar que teríamos um lugar em algum banco de reservas da charmosa competição. Para quem não conhece, é muito simples. Basta acessar www.uefa.com/fantasy e ler as regras. Ali você monta uma equipe, cria ligas para enfrentar seus amigos e ainda pode ganhar prêmios. Minha missão de ajudá-lo a montar um time é árdua, porém prazerosa. Sim, a Champions voltou. Ainda bem, porque eu já não aguentava mais mesmo.

A arte de escalar – Não é fácil montar uma equipe do Fantasy. Isso se deve ao fato de que você realmente precisa pensar a longo prazo. Após a primeira rodada, são poucas mudanças permitidas sem custo. Ou seja, deve-se escalar o time já pensando em todos os jogos da primeira fase. Vale lembrar que é permitida a escolha de apenas dois atletas por clube, no máximo, nesta fase de grupos.

A manha é apostar em um provável classificado por grupo. Escolha dois jogadores de uma equipe que você tem certeza que vai passar de fase. Não vacile. Não escolha um atacante que enfrente um defensor do seu time, senão você vai somar pontos com um e perder com outro. Parece besteira, mas acontece. Além disso, fique esperto com a formação tática. Eu prefiro o 3-4-3, pois assim você tem menos defensores e o máximo de atacantes possível.

Dicas – Messi e Cristiano Ronaldo são dicas óbvias. Ainda acho que vale a pena escalá-los juntos, apesar do alto custo. Com os dois no ataque, o dinheiro fica escasso, só que a sua pontuação costuma compensar o investimento. Então vamos por partes, começando pelo início. Para escolher o seu goleiro, tenho três dicas: Neuer (Bayern), Hildebrand (Schalke) ou Szczesny (Arsenal). São opções baratas e que devem sofrer poucos gols. Para a defesa, busque “casar” pelo menos um defensor da mesma equipe do seu arqueiro, assim você soma mais pontos caso ambos não sejam vazados. Para não fugir ao raciocínio anterior, lhe dou três nomes dos times dos goleiros e mais três de outros clubes. As opções são: Dante (Bayern), Höwedes (Schalke), Vermaelen (Arsenal), Criscito (Zenit), Rami (Valencia) e Ivanovic (Chelsea).

Para o meio-campo, estamos cheios de boas opções, algumas até baratas pelo que podem render. Eu não costumo colocar volantes, tendo em vista que somam menos pontos. Se você optar por algum deles, o ideal é ter jogadores que sempre chegam ao ataque e que também batam faltas e pênaltis, casos de Pirlo (Juventus), Verratti (PSG) e Lampard (Chelsea). Eles são exemplos de meio-campistas que atuam em todas as faixas do campo. Se você quiser meias mais incisivos, recomendo:  Shirokov (Zenit), Willian (Shakhtar), Pastore (PSG), Cazorla (Arsenal) e Boateng (Milan).

Fechando o grupo, é hora dos atacantes. Você tem de escolher três. Já disse, Messi e Cristiano Ronaldo são imprescindíveis. Se não forem eles, serão outros dois atacantes considerados caros. Então vou te dar munição suficiente para fazer pontos com um pouco menos de dinheiro ao escolher o terceiro homem de ataque. Lewandoski (Borussia Dortmund), Jamez Rodríguez (Porto), Kalou (Lille), Cardozo (Benfica) e Chicharito Hernandéz (Man. United) podem ser a terceira escolha.

Meu time – Como disse, eu jogo no 3-4-3. Neuer (Bayern), Dante (Bayern), Sakho (PSG) e Koscielny (Arsenal); Pirlo (Juventus), Touré (Man. City), Nenê (PSG) e Shirokov (Zenit); Cristiano Ronaldo (Real Madrid), Messi (Barcelona) e Kalou (Lille). Banco de reservas:  Hildebrand (Schalke), Demichelis (Málaga), Metzelder (Schalke) e Oxlade-Chamberlain (Arsenal).

Participe da liga Trivela no Fantasy! Acesse o link http://uefa.to/PBHBlI e use o código 1057502-431822.

Veja o Guia Trivela da Liga dos Campeões