Eduardo Vargas deu uma linda assistência de calcanhar em sua estreia, e o Galo virou contra o Corinthians

Eduardo Vargas, velho conhecido de Jorge Sampaoli, fez a sua estreia com a camisa do Atlético Mineiro, neste sábado, e contribuiu de maneira decisiva para a virada, por 2 a 1, sobre o Corinthians. O resultado faz com que o Galo reassuma a liderança da bagunçada tabela do Campeonato Brasileiro.

Aos 30 anos, o atacante chileno que conquistou a Copa América de 2015 sob o comando de Sampaoli não estava em sua melhor fase no México. Havia atuado apenas 21 vezes na temporada 2019/20, com cinco gols pelo Tigres.

Contratado em semana passada, Vargas começou sua carreira pelo Galo sendo protagonista do lance mais polêmico da partida. Foi claramente puxado por Gil dentro da área no começo do primeiro tempo, um claro pênalti ignorado pelo árbitro Rodrigo D’Alonso e pelo assistente de vídeo. Guilherme Arana ainda exigiu defesa de Cássio na sequência do lance.

Na jogada seguinte, Luan lançou à direita para Ramiro, que cruzou de pequena à pequena área, onde Davó apareceu para completar e abrir o placar ao Corinthians.

O Galo não fez um excepcional primeiro tempo, levando mais perigo apenas em alguns chutes tortos de fora da área, como de Matías Zaracho e Jair, e quando Eduardo Sasha apareceu até que bem livre para completar uma cobrança de falta, mas mandou por cima.

Aos 16 minutos do primeiro tempo, o Atlético Mineiro cobrou um lateral longo da direita, a defesa do Corinthians afastou, e Vargas dominou na entrada da área. Esperou a passagem de Arana e acionou o lateral esquerdo com um bonito passe de calcanhar. Arana chegou batendo e empatou o jogo.

O segundo gol do Atlético Mineiro quase saiu em uma cobrança de escanteio. Rever cabeceou para um lado, Igor Rabello ao outro, e a bola seguiu viva. Nathan conseguiu a finalização, mas Cássio defendeu em cima da linha.

No entanto, o goleiro corintiano nada pôde fazer quando Keno deu um drible fácil em Jonathan Cafu pela ponta direita e cruzou fechado. Marrony saiu nas costas da defesa e bateu de primeira para concretizar a virada do Atlético Mineiro.

O Galo não vencia duas seguidas desde o começo de outubro. Chegou a 38 pontos, dois a mais que o Internacional, mas todo mundo tem um total de jogos diferentes na ponta da tabela, reproduzida a seguir.

.

Standings provided by SofaScore LiveScore

.

.